[REVIEW] Marvels

“O fantástico universo da Marvel pelos olhos de um cidadão comum”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

 

Sou (quase) capaz de garantir que nosso fascínio pelos super heróis se deve pelo fato deles não existirem. A admiração multimídia por personagens tão fantásticos muitas vezes beira o irracional.  Nós gostamos deles, pois queríamos ser capazes de voar, correr em alta velocidade, ler mentes, atirar teias, mudar de tamanho, entre tantas outras habilidades.

Entretanto, um fator que não é levado em conta a princípio é o impacto que a existência desses seres causariam na nossa sociedade. Abordagens mais realistas e com esse foco aparecem com certa frequência, e esse é o caso de Marvels, uma das mais aclamadas obras feitas pela Casa das Ideias, assinado por Kurt Busiek e desenhada pela lenda Alex Ross.

Na trama, acompanhamos Phil Sheldon, um fotógrafo que, junto com o mundo, descobre a existência do que ele chama de maravilhas (marvels, em inglês, o que dá título à obra). A partir do surgimento de cada vez mais e mais heróis, com a história iniciando-se em 1939 e indo até 1974, relatando 4 momentos distintos da história da Marvel (começando pelo surgimento do primeiro Tocha Humana, seu duelo com Namor e o posterior surgimento do Capitão América), vemos pelos olhos de Phil a repercussão na mídia e na opinião pública das ações destes personagens.

marvels 2

O roteiro de Busiek é excepcional em todos os sentidos, principalmente no que se diz respeito à condução da história. A releitura de alguns dos momentos mais memoráveis da história da empresa é coerente, e traz ao leitor uma perspectiva nova sobre esses fatos. A visão de Phil transforma cada um desses momentos em acontecimentos mais grandiosos e imponentes, mostrando um impacto maior do que supúnhamos ao ler as histórias originais. Ao mesmo tempo, o desenvolvimento da própria trama de Phil, de compartilhar com o mundo a forma como ele vê os heróis (que alguns discordam) pelas suas fotos, é bem trabalhada, e muitas vezes, o confrontamento de suas novas opiniões com as opiniões já formadas trazem uma dualidade interessante.

Não há necessidade de se estender para falar da arte de Alex Ross. O adjetivo gênio resume o trabalho do artista, que mais uma vez empresta seu traço fantástico para nos trazer para dentro da história, causando uma ótima sensação de imersão. Tem cada quadrinho sensacional…

marvels 1

Por fim, a edição traz minha história favorita da coleção da Salvat publicada até agora. Com um roteiro bem produzido e uma arte belíssima, além de bons extras (alguns passo-a-passo da produção da arte, e relatos dos dois artistas envolvidos com a obra, além de outros ícones da Marvel, como Stan Lee e John Romita), a obra é indispensável para qualquer fã da Marvel.

Nota: 10/ 10.

Anúncios

Um comentário sobre “[REVIEW] Marvels

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s