Duplex: Extermínio e Extermínio 2

Por Rafael Martins Leite

Extermínio, ou 28 Days Later, é um filme de terror pós-apocalíptico, lançado em 2002. O filme é ambientado em uma Inglaterra devastada por um tipo vírus da raiva modificado, que transforma os infectados em indivíduos violentos e desprovidos de raciocínio. A obra relata basicamente a luta pela sobrevivência de um grupo de pessoas neste ambiente hostil.

Podemos considerar Extermínio como sendo um filme sobre zumbis, já que a trama apresenta vários aspectos do gênero. Entretanto, as criaturas têm características um pouco diferentes das demais representações: eles são rápidos e ágeis. É possível afirmar, ainda, que estão vivos, pois tem as mesmas necessidades básicas, e são abatidos como qualquer ser humano normal.

28 3

Os sobreviventes, a meu ver, são excelentes personagens. Estamos acostumados a ver nesse tipo de filme personagens burros, que não tem nenhuma noção do que fazer e nos deixam a dúvida se eles realmente deveriam estar vivos naquele mundo. No entanto, dessa vez, é possível entender o porquê de só aquelas pessoas estarem vivas, já que elas estão aptas para isso, pois entendem as mudanças e que as pessoas ao seu redor podem passar a ser monstros homicidas em questão de segundos. Outro aspecto excelente é abordagem do fato de que as pessoas podem se tornar tão selvagens quanto os zumbis e que a agressividade faz parte da natureza humana.

É um filme quase tão bom quanto Zombieland. Altamente recomendado.

Nota:8/ 10.

Cinco anos depois, é lançado Extermínio 2, ou 28 Weeks Later. Depois de toda a destruição, o país começa a ser reconstruído e repovoado. Entretanto a doença retorna e o ciclo de destruição recomeça.

28 4

O início me agradou bastante, acompanhamos Don (Robert Carlyle), um homem sobrevivendo da melhor maneira em que a situação permitia. Gosto de lembrar que um ataque zumbi é um cenário extremo e se você não se preocupar apenas em fugir, a morte é certa. Sentimentalismos e senso de responsabilidade são defeitos graves em personagens presentes nessas histórias, e o fim trágico dos mesmos não é nada mais que uma consequência de suas escolhas erradas.

Agora sim temos um apocalipse zumbi acontecendo, uma vez que o primeiro filme apresenta o que acontece após a primeira contaminação. Porém, no decorrer da trama, o nível cai, a inteligência diminui e o drama aumenta exponencialmente. O mesmo personagem que ganhou meu respeito é o grande responsável pela nova contaminação, pelo fato de se culpar por algo que ele fez certo. Também existem crianças, o que é péssimo, porque, salvo um acontecimento, durante todo o tempo elas são um fardo que os demais devem carregar. No geral, os novos sobreviventes se mostram incompetentes para sobreviver e a consequência disso e óbvia. Não podemos esquecer do glorioso exército americano, que prova mais uma vez que a intervenção desse país em situações no exterior só gera mais caos.

28 2

Por fim o filme é mediano, seu antecessor é bem melhor. Todavia ainda é um bom entretenimento e satisfaz a vontade de ver mais do universo apresentado.

Nota:6,5/ 10.

Anúncios

Um comentário sobre “Duplex: Extermínio e Extermínio 2

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s