O Doador de Memórias

“Apesar do plano de fundo interessante, adaptação do livro de Lois Lowry não é memorável”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Falar sobre a quantidade de ficções distópicas e/ou adolescentes que inundou o mercado de livros e, consequentemente, o cinema, é muito “chover no molhado”. No meio da correnteza de filmes (que, convenhamos, em sua maior parte, são uma draga), O Doador de Memórias seria só mais um que passaria despercebido por mim, se não fosse um trailer curioso.

Além da presença de estrelas como Jeff Bridges e da magnífica Maryl Streep no elenco, o vídeo chamou a atenção por revelar que parte do filme seria rodado em preto branco, técnica um tanto incomum para um filme voltado para o público jovem, com o plot conseguindo despertar certo interesse.

The Giver 1

Após o que é conhecido como A Ruína, a sociedade ficou reclusa em uma pequena comunidade, governada de forma totalitária pelos Anciões. As pessoas nascem tendo um propósito para a vida (algo parecido com a sociedade de Admirável Mundo Novo), e não possuem nem emoções, muito menos as memórias do que aconteceu no passado. Encontramos, então, nosso protagonista, Jonas (Brenton Thwaites), que se torna o escolhido para ser um novo Receptor de Memórias (cargo designado a ajudar os Anciões com conhecimentos do passado, quando estes não sabem o que fazer). Para obter esses conhecimentos, ele terá aulas com o Doador (Jeff Bridges).

A ideia da trama se destaca, pois ela possui uma discussão interessante: um mundo privado de emoções e de escolhas é mais um mundo ‘perfeito’, livre de violência, dor e problemas que assolam a nossa humanidade Como a vilã do filme, vivida por Maryl Streep, diz “Quando escolhemos, escolhemos errado”. Por outro lado, abrir mão de nosso livro arbítrio, individualidade, ser incapaz de decidir quem queremos ser e, principalmente, de sentir, faz com que o custo benefício dessa sociedade não valha a pena.

Infelizmente, esse plano de fundo não sustenta a história. Sobretudo porque o roteiro parece temer ir além, aprofundar a discussão, fazer com que os espectadores pensem. Julgo que o filme ‘puxa’ o freio nesse sentido, e que no livro, isso seja mais bem explorado. O roteiro também apresenta outros problemas, como um ritmo inconsistente, algumas inconsistências lógicas, e a desesperada tentativa de criar uma tensão no clímax do filme (que todos sabem que irá ocorrer tudo bem).

THE GIVER

Os atores também não ajudam a tornar o filme mais interessante. Não que a maior parte do elenco esteja ruim, mas apenas em papéis fracos. Bridges e Streep são mal aproveitados, e mesmo nas cenas envolvendo ambos, a maior parte de seus talentos fica apagada. Brenton Thwaites não convence como protagonista, assim como seu par romântico, Fiona (não a ogra, mas Odeya Rush), caracterizando um casal bem genérico. Por fim, gostaria de ressaltar que achei insuportável o trabalho da Katie Holmes, provavelmente por causa de seu papel.

Talvez, a única coisa que se destaca positivamente no filme é o bom trabalho da fotografia do diretor Phillip Noyce. O início em preto e branco (e que deve se estender por quase 20 minutos de filme) corrobora com a narrativa do longa, fazendo com que as introduções das cores também esteja ligada a história. Curioso perceber também como as cores vão ganhando força e tonalidade com o passar da trama.

The Giver 4

Por fim, O Doador de Memórias é apenas medíocre. Poderia ser muito mais, e um interesse no livro ainda existe, mas a obra não ajuda a catalisar esse desejo. Felizmente, ao que parece, é apenas um filme, então nada de continuações!

Nota: 6/ 10.

Anúncios

Um comentário sobre “O Doador de Memórias

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s