[POCKET-VIEW] Simpsorama

“Um show sem ideias se une a um show sem episódios”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

A frase acima, que abre o episódio no melhor estilo Futurama, marca o início de um dos crossovers mais aguardados (ao menos, por mim) deste ano. Se há algumas semanas, foi a vez da família Simpsons se encontrar com o pessoal do Family Guy, agora, o pessoal de Springfield será um empecilho para a equipe da Planet Express.

Já falei do meu carinho por Futurama aqui, em outra oportunidade. E talvez a saudade de ver novas aventuras de personagens tão queridos seja o principal motivador para conferir o episódio. Sem contar que, POXA, são eles com os Simpsons! WHAT COULD POSSIBLY GO WRONG?!?!

simpsorama 4

A aventura acontece porque Bart (quem mais poderia ser?) se torna o responsável por coelhos mutantes (!) estarem destruindo a cidade de New York. Resta então à Bender a missão de voltar ao passado para matar Homer Simpson. Porém, entre uma cerveja e um jogo de boliche, os dois se tornam buddies, o que cria a necessidade do resto dos membros da Planet Express virem solucionar o problema.

Não acompanho regularmente, mas as novas temporadas dos Simpsons são seguidamente criticadas pela ‘falta de criatividade’ e porque ‘se tornou sem graça’ (o que pode até ser verdade, mas eu contesto um pouco porque temos que lembrar que a série já tem 25 anos e mais de 500 episódios. Afinal, que coisa que tenha uma longevidade tão grande continua com o mesmo primor de sua ‘era de Ouro”? Se houver dois exemplos, é muito). Sendo assim, o pessoal pode ficar tranquilo: humor e bons gags não é o que falta nesse episódio.

THE SIMPSONS Meets ÒFuturamaÓ in a Special Crossover Episode!

Dos momentos memoráveis, é possível destacar (spoilers a seguir): Homer e Bender batendo em Bart (aliás, todos os momentos envolvendo os dois); as meta-piadas envolvendo as duas crias de Matt Groening (“É como se quem fez o design do Bender apenas tivesse pegado a aparência do Homer e posto uma antena nele” e “Crossovers are hell”); a breve aparição do cachorro de Fry, Seymour (ainda esperando =/); o encontro entre Leela e Margie (“Eye… Am so pleased to meet you!” “Nice to be hair!”); a piada dark envolvendo o Scruffy; e muitos outros pequenos, mas excelentes momentos!

 Se o episódio tem um problema, é o seu tempo curto. Com apenas 21 minutos, fica difícil conciliar o tempo em tela para os personagens dos dois núcleos (Zoidberg faz até uma piada com isso). Até mesmo Fry e Leela, peças chaves no seriado futurístico, são deixados um pouco de lado, já que a dupla Homer-Bender domina a primeira metade do episódio. A FOX poderia ter feito um esforço para ser um especial de 1 hora.

THE SIMPSONS Meets ÒFuturamaÓ in a Special Crossover Episode!

Mesmo assim, o episódio comprova que sim, a família de Springfield ainda pode gerar boas risadas e que sim, Futurama, mesmo com seu final perfeito, poderia voltar (de novo!) para a TV. Ainda tem muita coisa boa a ser explorada aí.

Nota: 9/ 10.

Anúncios

Um comentário sobre “[POCKET-VIEW] Simpsorama

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s