[POCKET-VIEW] The Cabin in the Woods

Por Rafael Martins Leite

Com o intuito de parecer mais um filme de jovens sendo massacrados em um bosque no interior dos EUA, The Cabin in The Woods, lançado em 2012, surpreende pela ousadia. Normalmente, os filmes de terror são todos a mesma coisa: o mesmo assassino de sempre; o mesmo enredo; a mesma sequência de quem morre primeiro… Posso ficar aqui eternamente enchendo essa lista. O que a trama propõe é justamente uma sátira desses estereótipos, porém não ao estilo debochado de Todo Mundo em Pânico, mas a uma tentativa de alcançar o massacre perfeito.

The-Cabin-in-the-Woods 2

Tudo acontece quando uma certa organização promove secretamente um encontro de cinco jovens em uma cabana isolada em uma floresta. Uma vez instalados e prontos para a festa, os azarados começam a ser perseguidos e mortos por um grupo de zumbis. Enquanto isso, as pessoas que promoveram este acontecimento se dedicam para que tudo corra como o esperado e todos sejam mortos na hora certa. Fica evidente que esse tipo de trabalho é relativamente comum e acontece em várias partes do mundo, havendo até uma disputa entre as equipes responsáveis pela realização das chacinas.  Tudo é tratado por essas pessoas com imensa naturalidade, a equipe faz apostas relacionadas a sequência de eventos, assistem a “pegação” dos casais e monitoram atentamente as mortes.

Durante o filme, cria-se um tipo de simpatia pelos manipuladores do evento pois são os responsáveis por fazer com que a situação se pareça com um filme clichê. Desta vez, o sucesso dos monstros não se deve à falta de inteligência das atormentadas mentes juvenis, uma vez que elas sempre são levadas as decisões erradas pelas mudanças bruscas do ambiente, geradas pelos criadores do acontecimento. É ai que você começa a pensar na melhor forma de guia-los ao óbito, e não a salvação (ao menos pra mim), dado que você se vê no lugar dos espectadores sádicos que estão se divertindo. O momento mais esperado é com certeza aquele em que toda a farsa é descoberta pelos sobreviventes e quando é possível haver uma retaliação.

The-Cabin-in-the-Woods 3

A trama está longe de ser bem elaborada, mas a obra nos proporciona uma experiência divertida, a qual os filmes de terror vem perdendo a muito tempo. É uma ótima oportunidade para ver cenas grotescas sem se sentir ofendido pela imbecilidade dos personagens ou pelo enredo pobre. Às vezes é necessário aceitar alguns absurdos e explicações fracas, mas nada que atrapalhe no andamento dessa maravilhosa e diversificada carnificina.

Nota: 7/ 10.

Anúncios

2 comentários sobre “[POCKET-VIEW] The Cabin in the Woods

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s