Invencível

“História de superação de Louis Zamperini  é mais um passo na carreira de direção de Angelina Jolie”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

O ano de 2014 marcou a volta por cima de Angelina Jolie. Não que ela estivesse desesperadamente precisando disso, já que, deste seu afastamento das telonas em 2010 (a atriz apenas dublou em Kung Fu Panda 2, de 2011), ela nunca deixou de ser a ativista por qual é mundialmente conhecida, e seu prestígio em Hollywood não diminui nem um pouco. Após a retirada das mamas para a prevenção do câncer de mama, a atriz, tida como um dos símbolos de beleza da indústria cinematográfica, saiu do hiato para estrelar Malévola, sucesso da Disney no último ano, e se aventurar, pela segunda vez, pelos campos da direção.

Em sua empreitada, fazendo um percurso diferente do que o realizado por muitos dos outros atores que seguem o caminho da direção, Jolie resolve retratar o momento crítico de Louis Zamperini (interpretado por Jack O’Connell), corredor medalhista olímpico que, durante a Segunda Guerra Mundial, ficou semanas à deriva no mar após seu avião cair, apenas para ser recuperado pelos japoneses, tornando-se cativo até o fim do conflito.

Unbroken

A direção de Angelina é marcada pela competência na escolha das tomadas e no posicionamento das câmeras, e pela excelente fotografia de Roger Deakins, um dos pontos altos do longa e indicado ao Oscar deste ano. Nada mal para quem está apenas em seu segundo trabalho. Contudo, o roteiro, tão focado no símbolo que é Zamperini, impede que haja um desenvolvimento maior na relação entre os personagens, o que impossibilita a diretora de demonstrar maiores méritos na direção de atores, como demonstrado competentemente no momento do filme onde Zamperini, ao lado dos companheiros Phill (Domhnall Gleeson) e Mac (Finn Wittrock), resiste em alto-mar.

O roteiro escrito por Richard LaGravenese (P.S: Eu te Amo) e William Nicholson (Os Miseráveis), e que conteve a supervisão dos irmãos Coen, baseado no livro de Laura Hillenbrand é, curiosamente, talvez o maior problema da obra, já que não consegue mostrar, no mesmo nível, o fascínio da história de Zamperini. A escassez de grandes momentos, combinado com a falta de uma motivação clara do protagonista, o desenvolvimento mediano dele com os demais personagens e o ritmo demasiadamente cadenciado (são 2h10 de filme) resultam em uma trama que, em vários momentos, ameaça perder o interesse do telespectador.

unbroken 2

Interesse que não vai embora graças à boa atuação de Jack O’ Connell, que consegue segurar as pontas do filme. É uma pena que seja a única merecedora de observação, já que o roteiro subaproveita os trabalhos de Domhnall Gleeson, Garrett Hedlund (na pele do companheiro de Zamperini no campo japonês, Fitzgerald), e Takamasa Ishihara, que interpreta o antagonista da história, o sargento Watanabe. Apesar de louvável, a atuação de O’ Connell não está à altura das premiações mais importantes de Hollywood, o que torna sua ausência no Oscar e no Globo de Ouro, por exemplo, justificável.

Por fim, a trilha pouca efetiva de Alexandre Desplat, em seu trabalho mais fraco de 2014 (além das indicações ao Oscar por O Jogo da Imitação e O Grande Hotel Budapeste, o compositor também trabalhou em Godzilla). Curiosamente, é na parte do som em que o filme conseguiu suas outras duas indicações à Estatueta (Edição de Som e Mixagem de Som). Finalizando, a parte de maquiagem do longa merece ser destacada, como nos momentos de desolação no mar, e nas minas de carvão.

unbroken 1

Menos que não seja tão extraordinária como a história que pretendia contar, o segundo trabalho de Jolie na direção é promissor e revela o potencial para futuros trabalhos. Resta saber, agora, se Angelina conseguirá trilhar um caminho tão consagrado quanto ao que levou ela à este momento.

Nota: 7/ 10.

Anúncios

2 comentários sobre “Invencível

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s