[REVIEW] Frozen – Uma Aventura Congelante

“Em animação cheia de músicas e estética impecável, Frozen é um ótimo ‘mais nem tanto do mesmo assim’ “

Por Luís Gustavo Fonseca

O trono de melhor animação de 2013 (quando Frozen foi lançado nos EUA) já era de Universidade Monstros, FATO! Não só pelo trabalho realizado no filme, mas pela carga especial que o filme tinha por ter algo com o filme de 2001. Entretanto, apesar dele e das diversas risadas que tive com Meu Malvado Favorito 2, ainda tinha achado o ano de 2013 meio estranho com animações. Além dessas duas, tivemos um meia boca The Croods e Epic, o fraco Turbo e eu nem quis dar uma chance para o Tá Chovendo Hamburguer 2
A exemplo do Detona Ralph, de 2012, ele tinha tinha data de estreia marcada para 3 de Janeiro do último ano, mas teve uma pré no fim de Dezembro (contudo, para critérios do Filmaiada Awards, estamos levando em conta a data de lançamento oficial). Na história (que acho que, à esta altura, todos já conhecem) temos 2 irmãs, Anna e Elsa. Elas são filhas de um rei de uma pequena província, e quando crianças, eram muito amigas. A questão é que Elsa tinha a capacidade de conjurar e controlar o gelo. Em um belo dia, enquanto brincava com a irmã, ela a atinge com a magia na cabeça. Seus pais recorrem a cura dos trolls da floresta, mas a partir de então, a relação das irmãs piora drasticamente, pois as lembranças sobre os poderes de Elsa são apagadas da memória de Anna e seus pais, com medo que a filha mais velha machucasse novamente a irmã ou qualquer outra pessoa, a isolam no castelo. Com o passar dos anos, Elsa fica cada vez mais distante do mundo, enquanto Anna não compreende porque a irmã a “abandonou”.

frozen 3

A trama se desenvolve bem do jeito Disney de ser, porém com brechas para fazer algo diferente. Apesar dos problemas causados pelos poderes, Elsa não é do mal (e eu não lembro qual foi a última vez que tivemos um feiticeiro na trama e ele não fosse do mal); Anna é uma menina um tanto iludida com a vida de princesa, mas não se torna uma personagem/protagonista insuportável; e até direito a causar surpresa com o plot twist a trama teve. Temos ali o “príncipe encantado”; o cara humilde, mas que é gente fina; e Olaf, o engraçadinho boneco de neve e um personagem muito interessante, pois ele vive em um curioso dilema: um boneco de neve que é APAIXONADO pelo verão e o calor.

Apesar do bom desenvolvimento e do ritmo da trama, e da mensagem até um pouco inovadora (se bem que Irmão Urso já havia sido lançado quase uma década antes), o filme errou a mão no número de canções. As músicas são bem bonitas, é verdade (Disney at his finest, apesar das músicas da década de 90 serem insuperáveis), mas houve um excesso, principalmente na primeira meia hora de filme, que tem umas  5 músicas. Tendo em comparação o Detona Ralph, animação anterior, é um choque bem grande. E isso acabou atrapalhando um pouco o filme, como prejudicou a narrativa como um todo.

This guy is a son of a B*tch
This guy is a son of a B*tch

Em questão de estética, achei o filme BELÍSSIMO! Ainda enxergo na Pixar uma beleza maior nas coisas (o pêlo do Sullivan e o cabelo da Merida ainda estão em outro nível), mas poutz, Anna e Elsa são as princesas mais bonitas que eu já vi no desenho 3D (arrisco a dizer que são as mais bonitas desde a Bella em Bela e a Fera). E o resto da animação também está com um trabalho artístico louvável. O melhor: em comparação ao Ralph, o 3D deu um bom salto. Ainda não o ideal, mas já justifica o ingresso mais caro.

Um último adendo: a dublagem, que foi aprovada. As vozes das atrizes que dublam as irmãs são bonitas e não desafinam na hora de cantar (apesar de que “Livre Estou” NUNCA chegará aos pés da versão original), e preferi o Fabio Porchat como Olaf ao dublador original (e nem sou fã do Porta dos Fundos!).

Nota: 8/ 10.

AQUELA música veio à sua cabeça
AQUELA música veio à sua cabeça
Anúncios

5 comentários sobre “[REVIEW] Frozen – Uma Aventura Congelante

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s