[REVIEW] Entre Abelhas

“Fabio Porchat deixa humor de lado para estrelar intrigante e interessante drama”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

O comediante Fábio Porchat e a trupe do Porta dos Fundos tiveram uma ascensão estelar em suas carreiras após o canal se tornar uma febre e se consolidar como um dos mais vistos no Brasil. Um estrelato que acompanhei de longe e com uma dose até injusta de desinteresse, já que, dos vídeos que vi do canal, há de se reconhecer o ótimo trabalho realizado pela equipe, capaz de criar um humor próprio.

Quando soube que Porchat estrelaria um filme, temi que ele se rendesse a uma das várias comédias pastelonas e de péssimo gosto que inundam os cinemas brasileiros anualmente. Qual foi minha surpresa em descobrir que a proposta de Entre Abelhas envolvia um forte teor dramático? No longa Bruno (Porchat) é um editor de vídeo que acabou de terminar seu relacionamento com Regina (Giovanna Lancellotti). Entre voltar a morar na casa da mãe coruja (Irene Ravache) e as farras com o amigo Davi (Marcos Veras), Bruno passa a deixar de ver as pessoas, anomalia que vai levando à medidas e situações cada vez mais desesperadoras.

EA 3

Fábio Porchat roteiriza o longa ao lado de Ian Sbf, que também dirige o filme. A trama é curiosa e apela para o fantástico, mas é incrivelmente bem executada. Há um equilíbrio imprescindível entre o lado dramático que envolve a obra, e os momentos de humor, que divertem a plateia com facilidade, sobretudo por virem na hora certa e com raros exageros. A degradação e apreensão da história de Bruno é contada em um ótimo ritmo, dando espaço para desenvolver a própria crise do protagonista, assim como suas relações e como ele lida com o sumiço delas ao decorrer da história.

A direção de Ian funciona ao saber onde posicionar a câmera, seja para tirar do talento do elenco (principalmente o de Porchat), ou para aprimorar ainda mais os momentos cômicos. A fotografia cinzenta, que transmite as sensações de desolação e anonimato do longa, e é reforçada pela presença de ruas cariocas cada vez mais vazias, remetendo à obras como Ensaio Sobre a Cegueira, coroam o quesito.

EA 4

A quebra de expectativa da atuação de Porchat, que praticamente não sorri no filme, e nos revela uma faceta completamente dramática, é um dos maiores méritos do filme, em trabalho realizado com louvor. E seu lado dramático serve de contra ponto ideal para o restante do elenco, encarregado mais com o humor da obra. O ápice dessa boa mistura fica por conta das cenas com Marcos Veras (por vezes, exagerados e com piadas que extrapolam, mas aceitável) e do atendente Nildo (Luis Lobianco), que com uma expressão quase impassível, ajuda a potencializar vários dos momentos mais hilariantes do filme.

A conclusão curiosa do filme é um dos outros ‘detalhes’ da trama, que procura trazer à tona a questão do anonimato, sejam pessoas pela qual passamos por elas no metrô, atendentes de lojas ou até mesmo amigos pelos quais acabamos perdendo o contato. Em um mundo cada vez mais conectado e social pela Internet, a cegueira ao não perceber o próximo é muito mais do que metafórica.

Nota: 7,5/ 10.

EA 2

Anúncios

2 comentários sobre “[REVIEW] Entre Abelhas

  1. A marca Porta dos Fundos virou sinonimo de qualidade no Brasil.
    O Ian sempre bem atualizado com as tecnicas de direção. O roteiro intrigante da dupla Ian-Porchat.
    Fora os atores muito talentosos que completam o filme.
    Filme corajoso, melhor que eu esperava.

    9/10

  2. A maioria das pessoas que não gostou do filme o fez porque foi esperando uma comédia, compreensível, e acabou com o filme do jeito que vimos. Embora eu também tenha ido esperando ver uma comédia simples, boba, me surpreendi com o resultado final e acho que o filme merece mais reconhecimento, trazendo uma história boa, uma reflexão inesperada e um final sujeito à livre interpretação da plateia. Estou grata que eu o vi e veria denovo sem pensar duas vezes.

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s