Dragon Ball Super – Primeiras impressões

Por Matheus Araujo

O retorno de Dragon Ball às telinhas já era motivo de forte especulação há algum tempo. Algo inevitável eu diria, após o sucesso dos novos filmes, os bons retornos de Dragon Ball Kai (a remasterização de Dragon Ball Z), os mais constantes envolvimentos de Akira Toriyama (que além de participações nos filmes, produziu inteiramente a prequel da história, Ginga Patrol Jaco), entre outras evidências na TV, como crossovers e especiais… Se isso tudo era um teste da força ou a reconsolidação do nome, o resultado é o mesmo: Dragon Ball Super!

_vector__dragon_ball_super_logo_by_linkvssangoku-d8zyvo7

O novo anime começa um pouco depois da Saga Boo. Sim, antes mesmo de A Batalha dos Deuses. Quer dizer… Mais ou menos.

Assim como a relação de outros filmes da franquia com os episódios regulares, os novos também são uma maneira diferente de se contar uma mesma história. O que estou querendo dizer é que Dragon Ball Super (DBS) recontará, de certa forma, A Batalha dos Deuses e O Renascimento de Freeza.  Bom, não exatamente a MESMA história, uma vez que o anime dispõe de infinitas mais horas e a possibilidade de evoluir esse enredo da forma que bem entender. Todavia, ao que tudo indica, sua trama partirá mesmo do conflito com as divindades, uma vez que as figuras de Bills e Whis já marcam presença. Aliás, lembra da menção dos deuses da destruição de outras dimensões no filme de 2013? Pois é… Aparentemente uma dupla equivalente a Bills e Whis é mostrada na abertura. Em suma, é a velha história de sempre. A diferença é que o inimigo da vez não é o novo ser mais forte do universo, mas dos universoS!

Dá uma olhada na abertura:

Caso você seja o típico fã brasileiro, que está desligado de Goku e sua turma desde as finadas manhãs (ou tardes) de desenho na TV aberta e apenas o vê esporadicamente no cinema, embora pretenda acompanhar suas novas aventuras semanais, já deve saber que sua maior barreira será a dublagem. Pois é, o Goku tem voz fina (!) e isso tem motivo. Como quem dublava o personagem em sua idade infantil era a japonesa Masako Nozawa e eles a mantiveram no papel quando ele cresceu, sua voz é contrasta absurdamente com a do querido Wendel Bezerra. Dito isso, você tem duas opções: esperar uma POSSÍVEL dublagem, afinal os animes não tem mais aquela força no Brasil (lembre-se que não tem nem aonde passar!); ou aceitar o áudio original… Por ter acompanhado o Dragon Ball Kai, felizmente isto não mais é um problema pra mim.

dbsuper-ep1

Enfim, sobre o primeiro episódio! No pouco visto é possível dizer que o espírito é basicamente o mesmo, o que seguramente é responsável por divertir a ponto de resplandecer um sorriso no rosto de qualquer fã. Vários elementos clássicos estão presentes. A única coisa dos velhos tempos que ainda não deu as caras foi a ação e não porque não teve chances…

Minha única crítica realmente negativa ao episódio vem de seu “material original”. Está sendo lançado, quase simultaneamente, um mangá de DBS e no seu primeiro capítulo, temos um momento sensacional de Goku treinando. Ao invés dos meros movimentos e gritos apresentados pelo anime, no mangá o vemos imaginando e enfrentando inimigos clássicos.

dragon_ball_super001-06

Fora isso, o mangá está inteiramente contido no episódio. A título de curiosidade, as adições feitas nele para inteirar a duração do episódio de tv estão nos padrões dos antigos. Uns 50% de filler. Ah, é… Tá aí a alternativa para quem não conseguir mesmo lidar com a dublagem.

Só mais um comentário sobre o mangá, apesar de roteirizado por Toriyama, ele não é desenhado por ele. Quem agora rabisca os guerreiros Z se chama Toyotaro, um fã que basicamente deixou seus fan mades por um convite oficial de trabalhar com sua paixão. Uma história bem legal que você pode conferir nesse vídeo aqui (que também dá uma bela esclarecida no mito “AF”):

No mais, não sei DBS vai angariar novos fãs, (há, claro, potencial de sobra para isso) mas do ponto de vista de um cara que cresceu com DBZ… É a chance de reviver a sua infância! Cha-La Head Cha-La! Let’s Go!

Anúncios

2 comentários sobre “Dragon Ball Super – Primeiras impressões

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s