[POCKET-VIEW] O Conto da Princesa Kaguya

Por Matheus Araujo

Tal como a realeza, O Conto da Princesa Kaguya chega aos cinemas brasileiros com uma porção de títulos: indicado ao Oscar; recente obra-prima do estúdio Ghibli; reestreia de Isao Takahata, diretor de O Túmulo dos Vagalumes e cofundador do citado estúdio; além de retratação da mais antiga narrativa japonesa, O Conto do Cortador de Bambus.

Tudo começa quando o tal cortador, um homem velho e sem filhos, encontra uma pequenina garota dentro dum bambu brilhante e a leva para casa. A partir daí, a fantasia se intensifica ao longo do crescimento extraordinário da menina, das suposições quanto às suas origens e destino e do consequente despertar da curiosidade do mundo quanto a ela.

O diretor e roteirista, Isao Takahata, utiliza-se das excepcionalidades desse ser para criar uma personagem que, por mais que seja oriunda da mais antiga literatura nipônica, é capaz de refletir as angústias e repressões atuais e universais, dialogando perfeitamente quanto aos anseios naturais da felicidade.

Kaguya-hime-no-Monogatari_05

Ademais, exalto a brilhante proposta visual, que escapa da arte geralmente demonstrada pelos animes modernos, aproximando-se a um trabalho tradicional de desenho e pintura. Outra técnica impecável está no som, das composições à dublagem.

Por fim, apenas alerto quanto ao andar da carruagem. Não vejo quaisquer influências ocidentais na forma como Takahata estrutura seu filme, o que ocasiona um desenrolar cadenciado. Todavia, isto, de forma alguma, fundamenta uma possível justificativa que impeça a você de conhecer um pouco mais sobre a cultura japonesa.

Nota: 7,5/ 10.

Anúncios

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s