[REVIEW] Que Horas Ela Volta?

“Regina Casé brilha em um filme que merece a atenção do público brasileiro”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Sabe qual é o problema de filme brasileiro bom? É que só passa trailer de comédia idiota antes. Sério, não sei como as pessoas não morrem de raiva disso. Não que comédia não seja importante. O problema é que todas essas comédias brazucas que invadem os cinemas de tempos em tempos parecem todas iguais, com aquela fórmula pastelona, mais batido que capítulo final de novela com casamento.

Pior ainda é que essas comédias fazem um baita sucesso, e a indústria cai num ciclo vicioso. Se há demanda, há o produto. Nesses momentos, filmes mais dramáticos saem apenas em circuito limitado, a não ser que haja uma repercussão com uma possível indicação ao Oscar, como é o caso de Que Horas Ela Volta?

que horas ela volta 1

Eu também sou culpado. Nos dois últimos anos, recebi indicações de uns quatro ou cinco filmes brasileiros com uma pegada diferente, mas que até hoje não assisti, como O Lobo Atrás da Porta. E isso abordando só o passado mais recente. Por outro lado, é com muita satisfação que Hoje Quero Voltar Sozinho figura no meu top 10 do ano passado. Não é o necessário, mas é um consolo.

Chega de ladainha. Em Que Horas Ela Volta?, Regina Casé interpreta Val, empregada doméstica de uma família classe média alta de São Paulo. Praticamente uma segunda mãe do filho da ‘patroa’ (talvez por isso, o título do filme em inglês seja The Second Mother), Val dedicou anos de serviço fiel aos empregadores. Por isso, nunca encontrou tempo e dinheiro para retomar para sua terra natal e, consequentemente, criar uma relação mais sólida com Jéssica (Camila Márdila), sua filha. A rotina da doméstica se transforma quando a filha resolve prestar um vestibular em São Paulo e acaba ficando na casa dos patrões, escancarando as tensões sociais existentes.

que horas ela volta 2

Se o filme vem recebendo uma boa repercussão, não é apenas pela atuação de Casé. O trabalho de Anna Muylaert, diretora e roteirista da obra, é essencial para a qualidade do longa. Na direção, o enquadramento e a composição do quadro são fantásticos. Com tomadas predominantes fixas, a diretora sempre sabe o que por em primeiro plano, qual detalhe relevante por em cena. Há momentos que a simetria em tela deixaria Wes Anderson orgulhoso.

O roteiro não fica muito atrás. O texto aproveita para expor e trazer a tona um abismo de classe preenchido por um preconceito que, ao contrário do que alguns podem pensar, está muito longe de não existir. Nesse sentido, a construção de Jéssica, que serve de contraponto ao modo de agir e pensar da mãe, é excelente. São por falas e ações dela que há os maiores momentos de tensão social na trama, onde esse aspecto é melhor explorado. O fato de ela ser diferente da mãe também ajuda a criar uma interessante relação e química entre as duas, aproveitando o talento das atrizes, que se destacam dos demais. Camila Márdila cumpre muito bem o seu papel, enquanto Regina Casé calou minha boca (e a de muitos outros, tenho certeza) como nunca achei que iria fazer. Principalmente, porque ela não faz simplesmente uma personagem carismática, mas personifica uma personagem crível. Merece os elogios e o reconhecimento. Pode fazer mais 300 Esquentas depois do filme.

que horas ela volta 4

Dois pontos positivos se destacam mais. O primeiro, relacionado ao roteiro, se refere à escolha de trabalhar, de uma maneira um tanto inacabada, uma possível relação amorosa entre Jéssica e o patrão de sua mãe. Algo que ganha um espaço considerável de tela, mas que parece não saber como se desenvolver, ou para onde quer ir, atrapalhando o ritmo do filme. O segundo se refere à trilha composta por Vitor Araújo e Fábio Trummer, que às vezes, ameaça inserir uma trilha mais melancólica (que combinaria com o tom do filme), mas que recua e se ausenta em vários momentos.

Se você chegou até aqui e ainda não viu o filme, uma súplica: assista Que Horas Ela Volta? no cinema, e não quando ele for passar em TV aberta. Esse é o tipo de obra que merece ter o apoio financeiro do público, para que mais possam vir.

 

Nota: 8,5 /10.

Anúncios

3 comentários sobre “[REVIEW] Que Horas Ela Volta?

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s