Quem são os “herdeiros” de Leonardo DiCaprio?

 

Por Luís Gustavo Fonseca

Finalmente, aconteceu. Na premiação realizada ontem (28), o momento que toda a Internet (por que não, todo mundo?) esperava, ocorreu: Leonardo DiCaprio levou a estatueta na categoria Melhor Ator, pelo seu trabalho em O Regresso. A conquista aconteceu em sua sexta indicação à estatueta, quando ele já havia batido na trave em trabalhos como Os Infiltrados e O Lobo de Wall Street.

Tudo muito bom, tudo muito bem, mas… E agora?

Quem será a nova personalidade que merece assumir o “posto” deixado por DiCaprio? Qual ator, atriz ou diretor(a) também já merecia ter uma estatueta, mas que, até agora, foi esnobado pela Academia? Para quem o público deve dedicar sua torcida nos próximos anos? O Filmaiada elabora uma lista com 7 candidatos para assumir o “pesaroso” fardo.

1 – Amy Adams

Por anos DiCaprio ficou com todos os holofotes, mas o caso de Amy Adams é igualmente emblemático. A atriz já foi indicada 5 vezes ao prêmio (quatro como Melhor Atriz Coadjuvante e uma como Principal), mas não teve sorte até agora. Entre as derrotas, destacam-se a de 2011, quando Melissa Leo levou por O Vencedor (filme em que ambas foram indicadas), e em 2013, quando o prêmio foi para Anne Hathaway (Os Miseráveis).

Amy Adams

2 – Samuel L. Jackson

O ator foi indicado a estatueta apenas uma vez, em 1995, pelo seu trabalho em Pulp Fiction como Ator Coadjuvante. Mas this motherfucking genius já merecia ter sido indicado (e por que não, ganho) mais vezes. A própria parceria com Quentin Tarantino já rendeu outros excelentes trabalhos, como Jackie Brown, Django Livre e Os Oito Odiados, além de ter sido capaz de cravar frases emblemáticas mesmo em filmes ruins (“I have had it with these motherfucking snakes on this motherfucking plane!”). Vai dizer que não merece?

herdeiro 02

3 – Joaquin Phoenix

Eu sinto que o grande público não dá o devido reconhecimento para Joaquin Phoenix, assim como ele mesmo gosta de esnobar a Academia. Com 3 indicações (Gladiador, Johnny & June e O Mestre), o ator já mostrou um bom poder de versatilidade na escolha dos trabalhos, indo desde um thriller sci-fi (ok, pode até ser sem sentido) como Sinais, de M. Night Shyamalan, até o tocante e apaixonante Ela.

Premiere Of Warner Bros. Pictures' "Her." - Arrivals

4 – Jim Carrey

A Academia torce o nariz para trabalhos de comédia desde sempre (vale lembrar que Charles Chaplin só foi receber sua estatueta em 1972 e, mesmo assim, foi um prêmio honorário) e, por isso, o trabalho de Carrey e outros atores marcados pelo riso acaba sendo sub valorizado. O ator nunca foi indicado a estatueta, mesmo quando provou sua capacidade de fazer algo mais dramático, como é o caso de O Show de Truman e Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças. Uma pena.

herdeiro 04
P.S.: Barba de respeito!

5 – David Fincher

David Fincher até que começou a carreira como diretor de longa metragens com o pé esquerdo, com Alien³. Mas depois, não errou mais: Seven, Clube da Luta, O Curioso Caso de Benjamin Button, A Rede Social, Millenium: O Homem que não Amava as Mulheres, Garota ExemplarInúmeros acertos para apenas duas indicações (Benjamin Button e A Rede Social) e nenhuma vitória para um dos diretores mais talentosos da atualidade.

937950-Girl With The Dragon Tattoo, The

6 – Christopher Nolan

Sem dúvidas, Christopher Nolan é um dos diretores mais queridos (ou seria supervalorizado?) do público. A trilogia do Cavaleiro das Trevas, O Grande Truque e A Origem são apenas alguns exemplos do talento de Nolan. Curiosamente, nenhuma de suas três indicações ao prêmio foi pelo posto de diretor: em 2010, foi como produtor e roteirista de A Origem; e em 2002, pelo roteiro de Amnésia. Aliás, ganhar por Melhor Roteiro pode ser a solução mais simples. Só lembrar que Quentin Tarantino também não tem um prêmio na categoria Melhor Diretor, mas já venceu duas vezes como roteirista (Pulp Fiction e Django Livre). Melhor do que nada, né?

Christopher Nolan

7 – O Oscar do Brasil

Apesar da rotulação de que o Brasil só produz essas comédias meia boca (eu tenho minha parcela de culpa nisso), o nosso país também já produziu muito material digno de vencer o Oscar. Nos últimos anos, há ótimos exemplos, como Que Horas Ela Volta? e Hoje Quero Voltar Sozinho, (que acabaram nem sendo indicados), além da animação O Menino e o Mundo. Obras como Central do Brasil já foram indicadas ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro, feito que o país tupiniquim conseguiu 4 vezes (Aqui, uma bizarrice: Fernando Meirelles foi indicado a Melhor Diretor por Cidade de Deus, mas o filme, que teve 4 indicações ao todo, não foi indicado na categoria de Filme Estrangeiro). Ao menos, Brasil já conseguiu algumas vitórias “indiretas”: o uruguaio Jorge Drexler levou o Oscar de Melhor Canção Original por Diários de Motocicleta; o frânces Marcel Camus levou o prêmio de Direção por Orfeu Negro (uma obra considerada ítalo-franco-brasileira); e William Hurt levou o prêmio de Melhor Ator em O Beijo da Mulher Aranha, uma co-produção com os EUA. Mas queremos o legítimo. Será que vem antes do hexa?

Oscar 01
Não foi desta vez =(

E aí, concorda? Faltou alguém? Para quem você dedicará sua torcida na próxima edição? Deixe nos comentários!

Anúncios

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s