Mogli – O Menino Lobo

“Com excelente visual, história do Menino Lobo tem adaptação à altura”.

Por Luís Gustavo Fonseca

Nos últimos anos, a Disney vem apostando sem medo nas adaptações live actions de seus clássicos animados. Empreitada que, por um lado, rendeu bons filmes como Cinderella e Alice no País das Maravilhas. Malévola, por outro lado, deixou a desejar, apesar do extremo sucesso comercial. E no horizonte, mais estão a caminho: A Bela e a Fera (com Emma Watson), Mulan, Ursinho Pooh (!!!) e Dumbo. Neste ano, chega aos cinemas a adaptação de uma das minhas animações preferidas da infância: Mogli – O Menino Lobo.

A trama não é muito diferente do desenho: Mogli (Neel Sethi) é criado na natureza por uma alcatéia de lobos, após ter sido resgatado por Baguera (dublado por Ben Kingsley). Por ser um “filhote de homem”, diferente dos demais animais, o garoto acaba sendo um pouco excluído do convívio com as demais espécies. Tudo muda, porém, quando Shere Khan (Idris Elba), ressentido por um ferimento causado por um humano, ameaça a vida do garoto. Mogli parte, então, em uma aventura pela selva, marcada pela auto descoberta e por criaturas fantásticas,ao lado de Baguera e Baloo (Bill Murray).

Mogli 01

A produção tem um tempo de duração semelhante a de outros live actions feitos pela Disney com a mesma pegada. Contudo, o ritmo e a edição de Mogli é, de longe, o mais acertado, que flui com maior facilidade.O enredo acontece de forma orgânica, sem forçação de barra e se comprometendo com o tom aventuresco da trama. Assim como Malévola, existe um passado que liga o personagem título com o antagonista da história, mas as motivações em Mogli são mais claras, objetivas… Simples.

Há alguns tropeços: a obra poderia abusar mais em algumas homenagens em relação ao desenho, explorando melhor personagens como a cobra Kaa (Scarlett Johansson), ou os abutres cantarolantes da animação. O clímax ocorre de maneira um pouco apressada, e a própria sequência fica aquém de outros momentos presentes na trama. Mas nada comprometa a experiência do filme.

Mogli 04

A direção de John Favreau (Homem de Ferro, Chef) é segura, bem feita. O diretor consegue criar um clima familiar e divertido, permitindo uma afeição rápida. É a partir da direção que se explora o maior trunfo da produção: o visual. A qualidade estética dos animais é de saltar os olhos (sendo interessante como a feição deles se parece com o ator que os dubla, como no caso de Baloo e Murray), e Mogli deve ser o primeiro filme no qual humanos e animais conversam e interagem e isso não parece tosco. O 3D não apenas justifica sua existência, proporcionando profundidade e imersão, mas também é um dos raros exemplos em que não atrapalha a fotografia, outro aspecto positivo do filme.

Favreau já mostrou em outras produções sua habilidade na direção de atores, e aqui não é diferente. É verdade que o único humano no longa é o debutante Neel Sethi, mas essa característica volta aparecer. O jovem ator carrega o filme com personalidade, e acaba roubando a cena. O trabalho da dublagem original também não deixa a peteca cair, merecendo destaque Idris Elba, Bill Murray e Christopher Walken.

Mogli 02

Mogli – O Menino Lobo deve ser o auge dessa fase da Disney, que reinventou seus clássicos como live action. Conciso, divertido e visualmente estonteante, o longa deve ser um sucesso de bilheteria certo, dando ainda mais fôlego para a iniciativa do estúdio. Daqui dois anos, será a vez de Andy Serkis (o Gollum de Senhor dos Anéis e o Caesar de Planeta dos Macacos) estrear como diretor, trazendo uma outra visão sobre a obra de Rudyard Kipling. Terá que trabalhar duro para surpreender o mundo como agora.

Nota: 8/ 10.

Anúncios

4 comentários sobre “Mogli – O Menino Lobo

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s