Pets – A Vida Secreta dos Bichos

“Animais de estimação são diversão garantida na nova animação da Illumination Entertainment”

Por Luís Gustavo Fonseca

Cães, gatos, tartarugas, hamsters, pássaros, peixes, entre tantos outros… Os animais fazem parte do cotidiano do ser humano, sendo que aqueles que acolhemos em casa e criamos um vínculo especial são responsáveis por proporcionar emoções e sensações como alegria, diversão, conforto e segurança. Assim como eles se beneficiam de um abrigo para morar e da certeza (ao menos, teórica) de um alimento, nós nos beneficiamos da companhia deles e dos bons momentos que os animaizinhos podem nos proporcionar.

Mas e quando você sai de casa para a escola ou para o trabalho, o que será que seu animal faz? Como ele passa o dia? O que ele sente? É dessa premissa um tanto Toy Story que temos Pets – A Vida Secreta dos Bichos. Na trama, Max é um leal cão deixado na rua que é adotado por Katie, transformando a vida de ambos. Contudo, a vida ideal do cãozinho é alterada quando sua dona resolve adotar outro cão, Duke, bem maior que Max e completamente diferente dele. A rivalidade entre os dois caninos pelo amor de sua dona os levará a uma aventura pelas ruas (e esgotos!) de Nova York, obrigando os amigos de Max a formar uma equipe para resgatá-los.

pets 02

Os diretores Yarrow Cheney e Chris Renaud, criadores do sucesso Meu Malvado Favorito, apostam na fórmula que fez de Gru e seus minions queridos pelo mundo todo. Com um humor que quase sempre acerta e que sabe aproveitar de seu contexto, a trama se desenvolve de forma fluída, sendo as raras às vezes que a alternância de núcleos (o de Max e Duke e o de seus amigos tentando salvá-los) atrapalha o ritmo da produção. As risadas e os momentos cômicos vem da exploração das peculiaridades e características de cada animal, como a gata folgada e comilona ou o amor dos cães em ir atrás de uma bola ou graveto. Pelo lado negativo, o enredo perde um pouco a mão em seu clímax, criando uma sequência de ação grandiosa e até mesmo absurda demais, e que fica deslocada do restante do tom da trama.

Priorizando a diversão a um ensinamento mais sério e de maior impacto – e não há nada de errado com esta proposta -, o longa ainda encontra maneiras de aprofundar seus personagens, permitindo o desenvolvimento de suas relações assim como algumas transformações no decorrer da história. A rivalidade entre Max e Duke (mais uma inspiração de Toy Story?) serve de ponto de partida para que os dois cães possam se entender melhor no desenrolar da trama e, a partir do compreendimento de quem o outro é, cada um deles se torna um cão melhor. Outra transfiguração interessante é a de Gigi, a cachorrinha dondoca que se vê obrigada a sair de sua zona de conforto e de sua vida de luxo para salvar o amor de sua vida, Max

pets 03

Visualmente, a produção está satisfatória (é legal perceber como a Illumination tem o seu próprio traço, diferenciando-se da Dream Works, Pixar, Blue Sky e Disney), mas fica devendo no 3D, bem aquém do resultado visto em Meu Malvado Favorito 2, por exemplo. Em contrapartida, a trilha de Alexandre Desplat (A Garota Dinamarquesa, O Jogo da Imitação) dita o ritmo e proporciona uma ótima áurea a produção, com ares das composições de Michael Giachinno, conhecido pelo trabalho em animações como Os Incríveis, UP- Altas Aventuras, Divertida Mente e Zootopia.

Por fim, a dublagem (que costumo ficar ressabiado) é bem feita e em nada atrapalha a experiência da animação. E qual foi a minha surpresa em saber que Tatá Werneck (quem, definitivamente, não gosto) era uma das dubladoras, ao lado de Danton Mello? Confesso não ter reconhecido a voz. Desta forma, Pets – A Vida Secreta dos Bichos é mais uma boa animação direcionada para o público familiar, garantindo a diversão do público e, por que não, uma reflexão de como você trata seu bicho de estimação.

Nota: 7/ 10.

P.S.: Legal a iniciativa de colocarem um curta dos Minions antes do filme. Talvez seja o formato que melhor explore os seres amarelos, evitando que eles fiquem saturados.

Anúncios

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s