Spin-offs de Harry Potter

Por Matheus Araujo

Às vésperas do 15º aniversário da estreia de Pedra Filosofal nos cinemas e mais um logo da Warner prenunciando o Mundo Mágico de J.K. Rowling, eu juro solenemente: não dá mais pra segurar o hype. Bora falar de Harry Potter!

Animais Fantásticos é um spin-off, vulgo derivado, que expandirá o universo de J.K. ao nos contar mais sobre o autor do livro didático de Harry na disciplina de Trato das Criaturas Mágicas. Uma proposta, no mínimo, incomum. Afinal, quem alguma vez se perguntou: Newt Scamander, quem foi, o que fez e onde habitou?

Por outro lado, estou certo de que já passaram pela mente dos potterheads alguns dos seguintes desdobramentos do Mundo Mágico:

The Dark Lord Begins

Falar sobre esse spin-off é, na real, desabafar sobre uma falha de adaptação do Enigma do Príncipe, um livro, em sua essência, sobre o Lorde das Trevas. Okay, eu até concordo que a quase pontual interpretação do Ralph Fiennes e a construção do vilão apenas pelo medo do nome são o que tornam o imaginário do Voldy tão poderoso… Ainda assim, por sabermos alguns detalhes da trajetória de Tom Riddle, existe uma necessidade latente de mais Voldemort em tela.

tom_riddle50

Triste é saber que uma obra dedicada exclusivamente ao vilão, sua infância, amadurecimento e ascensão tais quais relatados no livro, é irreal. Todavia, uma das formas de retomarmos o personagem é abordando a sua participação na Primeira Guerra Bruxa, antagonizando a conclusão de uma franquia dos Marotos.

Os Marotos

Outro vazio no coração dos potterheads quanto às adaptações é Prisioneiro de Azkaban e a remoção cirúrgica de praticamente tudo que existia de Maroto no original. Pois bem, a questão é que o período dos pais de Harry é tão rico e provoca um fascínio tão grande que basta um anúncio para mais uma franquia de sucesso ser estabelecida. Aliás, essa talvez seja a melhor alternativa para retomarmos elementos que se consagraram na história original sem termos que apelar para continuações desnecessárias (abração, A Criança Amaldiçoada!) ou até mesmo forçarmos atores a reprisarem seus papéis de forma embaraçosa.

tumblr_m0hqlah7l21qe9apmo1_500

Retomando a história dos Marotos, poderíamos matar a saudade dos personagens através de versões mais jovens dos mesmos, revivendo seus tempos nas acomodações de Hogwarts. São variados os desejos: presenciar a amizade dos Srs. Aluado, Rabicho, Almofadinha e Pontas; desenvolver o relacionamento de Tiago e Lílian; onde o Snape entra nessa história, até mesmo enriquecendo a narrativa infanto-juvenil trabalhando o bullying; além do já mencionado potencial de Voldemort, a formação da primeira Ordem da Fênix, com direito a Dumbledore, Minerva, Hagrid, os Longbottom, os Weasley… O gigantesco problema dessa franquia seria o desfecho. Ninguém tem coração para ver o sacrifício dos Potter.

A Vida e as Mentiras de Alvo Dumbledore

Completando a lista de histórias sobre as quais já temos grande conhecimento e nenhum “retrato” em tela: A Vida e as Mentiras de Alvo Dumbledore. Em Relíquias da Morte, Rita Skeeter, aproveitando a comoção pela passagem do diretor de Hogwarts, lança uma biografia não autorizada do homem. Através dela, ficamos sabendo diversos detalhes do que fez Dumbledore ser um dos bruxos mais respeitados do Mundo Mágico, como seu triunfo sobre Gerardo Grindelwald.

hp7grindewald

Na presente conjuntura dos fatos, já sabemos que a franquia dos Animais Fantásticos abordará o caos provocado por Grindelwald e que Dumbledore inevitavelmente entrará nessa história. A questão é que, com este primeiro Animais Fantásticos começando em 1926, sem Dumbledore em foco e sem flashbacks, perderemos boa parte do drama que é a vida de Alvo, já que nesses tempos, o Hagrid teria que arrumar 45 velinhas no seu bolo.

Hogwarts: Uma História

Não necessariamente nos cinemas, eu amaria uma coleção de histórias sobre Hogwarts contadas naquele estilo do Conto dos Três Irmãos em Relíquias da Morte. Uma coletânea de histórias livre de obrigações comerciais à la Animatrix. Óbvio, toda a expansão é bem vinda, mas realmente gostaria de ver algo centrado em Hogwarts, envolvendo seus principais eventos – principalmente, sua fundação. Assim, enriqueceríamos a mitologia, não expandindo, mas aprofundando o mundo mágico dentro dos limites do palco de Harry Potter, preenchendo o material original de significado.

buckbeak-and-harry-flying-over-hogwarts

Ademais, minha intenção de ser focada em Hogwarts decorre das esperanças de que os animais fantásticos habitem, de fato, todo o Mundo Mágico. Que sem limites de Europa ou Estados Unidos, a jornada de Newt exceda as expectativas e a tela de cinema seja confundida com o Espelho de Ojesed.

Anúncios

Um comentário sobre “Spin-offs de Harry Potter

O que você acha sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s