Meu retorno a Tarzan

Por Matheus Araujo

Uma das belezas da vida adulta é o resgate de pedacinhos da infância. Se este pedacinho é feito de arte, para além da nostalgia, é permitido a essa obra que ressuscite ainda mais especial. Ainda mais rica, uma vez que acrescentamos novas percepções aos significados atribuídos enquanto crianças.

Continuar lendo “Meu retorno a Tarzan”

O que o novo Caça-Fantasmas pode aprender com os antigos

Por Luís Gustavo Fonseca

O novo Caça-Fantasmas é um dos filmes mais comentados do ano… Seja para o bem ou para o mal. A sequência / reboot de uma das mais clássicas franquias de Hollywood é mais uma da moda que tomou conta da indústria cinematográfica, que já ressuscitou, recentemente, outras sagas, como Star Wars, Jurassic Park e Mad Max. Contudo, o caso de Caça-Fantasmas se destaca negativamente: o longa conseguiu a marca de ser a produção com maior número de dislikes em um trailer no Youtube. Uma crucificação mesmo antes de qualquer um ter ideia do resultado final. Continuar lendo “O que o novo Caça-Fantasmas pode aprender com os antigos”

Roland Emmerich: o senhor do Apocalipse

Por Luís Gustavo Fonseca

Que Michael Bay é considerado o rei das explosões, da megalomania e da ação desenfreada, isso todos já sabem. A sua filmografia – encabeçada pela franquia Transformers – está aí para provar isso. Apesar disso, toda a destruição causada pelo americano ainda não se compara ao verdadeiro senhor do Apocalipse, daquele que sabe como ninguém realizar o fim do mundo, a gigantesca catástrofe em escala mundial: Roland Emmerich. Continuar lendo “Roland Emmerich: o senhor do Apocalipse”

2016: o ano difícil para as continuações

Por Luís Gustavo Fonseca

O ano de 2016 tem se mostrado difícil para os executivos de Hollywood… Ao menos, para aqueles que apostaram no sucesso de continuações das franquias já estabelecidas. Saturação de gêneros, como os de super herói e de adaptações de livros infanto juvenil? Cansaço do público em relação ao que já vimos? Desejo por histórias originais? Muitos são os fatores que podem ter levado a este quadro. Continuar lendo “2016: o ano difícil para as continuações”

Uma segunda chance para Duncan Jones

Por Luís Gustavo Fonseca

Warcraft: O Primeiro Encontro de Dois Mundos, um dos blockbusters que eu mais aguardava este ano, estreou na última quinta-feira. Além de ser a adaptação de um dos meus jogos mais queridos, o filme marcava o retorno de Duncan Jones a direção, após um hiato de cinco anos, em que esteve atrelado a realização de Warcraft, seu primeiro blockbuster. Continuar lendo “Uma segunda chance para Duncan Jones”

#TeamCap, #TeamIronMan e o poder da discussão

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Capitão América: Guerra Civil chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (28) rodeado de expectativa, prometendo se tornar mais um sucesso da (até então) vencedora caminhada da Marvel Studios. O longa é aguardado pelo público não apenas por ser mais um filme do estúdio, mas pelo seu caráter de conflito entre dois dos personagens chaves do Universo Marvel do Cinema (MCU), contando com a presença da maioria dos heróis deste universo e ganhando contornos de um filme dos Vingadores. Além disso, a introdução de novos heróis como Pantera Negra e do fucking Homem-Aranha servem como um chamariz extra na hora de captar a atenção do telespectador, aumentando ainda mais as possibilidades que a equipe de marketing tem na hora de vender o filme. Continuar lendo “#TeamCap, #TeamIronMan e o poder da discussão”

6 coisas que queremos ver na 6ª temporada de Game of Thrones

 

Por Luís Gustavo Fonseca

E vai se aproximando a hora! Depois de 10 meses de hiato, Game of Thrones retorna a HBO neste domingo (24), prometendo mais uma temporada recheada de mortes, intrigas e reviravoltas na política de Westeros. Contudo, desta vez, ela volta com um “tempero” extra: como a série alcançou (e em alguns sentidos, até ultrapassou) os livros, essa será a primeira vez em que tantos os fãs dos livros como o do seriado estão em pé de igualdade, sem saber o que vem pela frente. Será que a temporada irá revelar pontos chaves de Winds of Winter, o sexto livro de G.R.R. Martin que ainda não tem data prevista para ser publicado? Ou a adaptação da TV irá por um caminho totalmente diferente, criando uma história própria? Continuar lendo “6 coisas que queremos ver na 6ª temporada de Game of Thrones”

Batman v Superman: sucesso ou fracasso?

Por Luís Gustavo Fonseca

Doze dias após o seu lançamento mundial, que englobou a maioria dos principais mercados do mundo, Batman v Superman continua sendo o tópico do momento, dividindo opiniões. Os fãs da DC piraram; a crítica, no geral, não gostou; muitos outros curtiram o resultado, mas esperavam mais; há ainda aqueles que falam “leio HQs a X anos e adorei por isso e aquilo” e também o “leio HQs a X anos e detestei por isso e aquilo”. Seja pelo bem ou pelo mal, a produção está gerando bastante discussão. Continuar lendo “Batman v Superman: sucesso ou fracasso?”

Super Heróis “Sombrios e realistas”: vantagens e desvantagens

Por Luís Gustavo Fonseca

Na próxima quinta-feira (24), com a estreia de Batman v Superman: A Origem da Justiça, é possível dizer que, FINALMENTE, o Universo DC dos cinemas terá o seu pontapé inicial. Atrasado em relação a suas duas principais concorrentes (Marvel e FOX), o mundo criado pela Warner Bros. trará as telas vários dos mais icônicos super heróis de todos os tempos, trazendo ainda mais fôlego para o “gênero” mais lucrativo de Hollywood da atualidade.

Mas qual a melhor maneira de representá-los? Continuar lendo “Super Heróis “Sombrios e realistas”: vantagens e desvantagens”

Convergente: precisamos mesmo dividir tudo em partes?

Por Luís Gustavo Fonseca

Na última quinta (10), além do novo trailer de Capitão América: Guerra Civil, que parou a Internet ao revelar o novo visual do Homem Aranha, tivemos também o lançamento de A Série Divergente: Convergente, a terceira parte da saga teen estrelada por Shailene Woodley e Theo James. Continuar lendo “Convergente: precisamos mesmo dividir tudo em partes?”