A bela história do Pequeno Príncipe

Por Luiza Fonte Boa

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.”

A primeira vez que vi esta frase foi no carimbo da minha professora de ciências, ao corrigir as atividades em sala. Sempre achei que fosse uma passagem da Bíblia ou qualquer coisa do tipo até que, aos 17 anos, eu li O Pequeno Príncipe. Não há outro jeito de dizer que foi amor à primeira vista. O livro me cativou antes que tivesse terminado a dedicatória.

Continuar lendo “A bela história do Pequeno Príncipe”

Anúncios

[FORA DE SÉRIE] A Insignificância Humana, o Guia e a Poesia Vogon

Dont panic

Por Luiza Fonte Boa

Bem, se você é uma dessas pessoas que, ao contrário do que esta frase em letras gritadas diz, sempre entra em pânico, esta é uma obra para você. O Guia do Mochileiro das Galáxias (1979), do brilhantíssimo autor Douglas Adams, é a primeira obra de uma trilogia de cinco livros lançados entre 1979 e 1992.

Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] A Insignificância Humana, o Guia e a Poesia Vogon”

[NEWS] The Winds of Winter não será lançado em 2015

The Winds of Winter é um dos livros mais aguardados dos últimos tempos. O sexto livro da saga de George R. R. Martin, na qual é baseado o grande sucesso de Game of Thrones, anteriormente havia sido previsto pelo próprio autor para 2014, com apenas três anos de diferença para seu antecessor.

Continuar lendo “[NEWS] The Winds of Winter não será lançado em 2015”

[FORA DE SÉRIE] 12 Anos de Escravidão (Livro&Filme)

“História real filmada por Steve McQueen choca, emociona, e nos apresenta um ‘filme de Oscar’ que vai além do comum”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

(Colaboração no texto: André Luiz)

Todo ano, a história se repete: vem a temporada de premiações, surgem os “filmes do Oscar”, e fica aquela sensação: que esses filmezinhos “cabeças”, muitas vezes, são muito barulho por nada.

Pode reparar: a estrutura desses filmes, quase sempre, são iguais, tem o mesmo tom, a mesma dinâmica, e acabam virando algo repetitivo. Três exemplos que me vêm à cabeça dos últimos anos: Argo, Lincoln e O Artista. Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] 12 Anos de Escravidão (Livro&Filme)”

[FORA DE SÉRIE] Relançamento de Harry Potter

Por Matheus Araujo 

Ao saber que Harry Potter seria relançado com ilustrações, rapidamente torci o nariz. Atitude esta que considero completamente natural por seguir a máxima do “No meu tempo, as coisas eram melhores…” ou qualquer coisa assim.

Eu não tive imagem para ler, por quê os novos leitores precisariam de alguma? E, não só por isso, também me perguntei o motivo de tamanha ganância por parte da autora J.K. Rowling, que já lotou, no mínimo, Gringotes com a fortuna obtida através das centenas de milhões de livros vendidos (entre esses, recentes edições comemorativas) e dos muitos bilhões de dólares faturados nas bilheterias de cinema, que, não sei se todos sabem, também voltarão em breve. A doença do dragão parecia haver acometido outra das mentes da fantasia… Felizmente, percebi que nada passava de um ledo engano ao olhar pra belezas abaixo:

Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] Relançamento de Harry Potter”

[FORA DE SÉRIE] Capitão Phillips (Filme&Livro)

“Paul Greengrass nos entrega ótimo suspense baseado em fatos reais, com ação, tensão, e claro, Tom Hanks”

Por Luís Gustavo Fonseca

Filmes com histórias baseadas em fatos reais geralmente são interessantes. Claro, você sempre vai ficar com um pé atrás em relação àquele Exorcista Segunda Parte Final-baseado-em-fatos-reais-com-momentos-exclusivos-nunca-antes-mostrados-ou-relatados, mas o gênero se destaca pelo próprio choque que ele estabelece com as demais histórias: enquanto as outras são imaginadas, em mundos fantasiosos ou utópicos, onde as leis e regras ficam a demanda de seu autor, as histórias reais ficam trincadas ali, naquele fato específico, naquele período único, que, de fato, ocorreu. O momento onde, curiosamente, “a arte imita a vida”. Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] Capitão Phillips (Filme&Livro)”

[FORA DE SÉRIE] Análise: Músicas da Terra Média cinematográfica

Por Matheus Araujo 

Este post é apenas um comentário transformado em textículo pela facilidade da exposição e comparação no formato blog. Dito isso, a premissa da análise: Penso que as, de certa forma, músicas mais “importantes” de cada trilogia da Terra Média (ou ao menos as músicas a cerca das jornadas de cada trilogia) captam o sentimento e representam todo o conjunto que compõem.

Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] Análise: Músicas da Terra Média cinematográfica”

A Bússola de Ouro

Por Matheus Araujo

Aos nove anos idade, li uma surrada versão de O Cálice de Fogo. Leitura esta que creio ter sido a mais importante de minha vida, pois se tratava de minha primeira escolha na literatura e, portanto, meu primeiro livro. A significância desse livro foi extrema, já que a partir dela se determinou o meu gosto por experimentar o heroísmo, o extraordinário e, sobretudo, o fantástico.

Na verdade, é por experiências como a minha que tanto no âmbito infanto-juvenil, aquele da formação de leitores, difundiu-se o gênero da fantasia. E, em consequência disso, todos nós não temos uma, mas várias fantasias durante a infância. No meu caso, o que se iniciou na magia de Rowling, mais tarde visitou a Terra-Média e a encantada Nárnia, encontrou um belo dragão em Alagaësia, se aventurou com os Olimpianos e, por fim, viu as fronteiras do universo.

Continuar lendo “A Bússola de Ouro”

[FORA DE SÉRIE] Deuses Americanos na Starz

Por Matheus Araujo

O canal Starz (responsável por Spartacus) anunciou que poderá adaptar o clássico americano moderno do britânico Neil Gaiman.

Deuses Americanos (2001), sinopseando de maneira esdrúxula, retrata a história de um condenado, Shadow, que vaga pela América “encontrando” em seu caminho deuses antigos e modernos.

Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] Deuses Americanos na Starz”