Vida

Por Luís Gustavo Fonseca

Confesso que não tinha muita expectativa por Vida. Pelo trailer, a impressão é que se tem era de que o filme seria uma mistura genérica e sem inspiração de Gravidade e Alien. Inclusive, ao olhar mais de perto o plot, a obra de fato apresenta similaridades com o segundo: um grupo de seis cientistas da Estação Espacial Internacional consegue amostras trazidas por uma sonda de Marte. No meio delas, eles encontram uma espécie de pequeno protozoário, o que seria uma prova irrefutável de que há vida fora da Terra. Entretanto, à medida que os estudos avançam, o misterioso ser se transforma de algo inofensivo para uma criatura cada vez mais inteligente, o que colocará a vida da tripulação (e talvez do planeta) em risco. Continuar lendo “Vida”

Lion: Uma Jornada para Casa

Por Luís Gustavo Fonseca

Em um espaço de 25 anos, “mundos inteiros mudam.” Será que depois de tanto tempo, é possível reencontrar a família deixada para trás? Esse é a história de Saroo Brierley (interpretado por Sunny Pawar quando jovem e Dev Patel na fase adulto), um garotinho indiano que acidentalmente entrou em um trem que o levou da Índia para Bangladesh, separando-se da mãe, do irmão e da irmã. Sem ao menos lembrar o nome da cidade natal e sem condições de retornar para casa, ele acaba adotado por um casal australiano, Sue (Nicole Kidman) e John (David Wenham), e passa a viver na Tasmânia. Já adulto, e com ajuda do Google Earth, Saroo fará de tudo para voltar para casa. Continuar lendo “Lion: Uma Jornada para Casa”

Animais Noturnos

Por Luís Gustavo Fonseca

Susan Morrow (Amy Adams) é dona de uma galeria de arte e conquistou sucesso em sua carreira, mas atravessa um momento distante  com seu atual marido, Hutton Morrow (Armie Hammer). A vida vazia e à deriva que ela leva é chacoalhada quando recebe o romance Animais Noturnos, escrito pelo seu ex-cônjuge Tony Hastings (Jake Gyllenhaal). A trama do suspense, ambientada no interior do Texas, é recheada de violência e vingança, e mexe com os sentimentos de Susan, a medida que ela se projeta no livro ao lado de Tony, como os protagonistas da história. Continuar lendo “Animais Noturnos”

Kubo e as Cordas Mágicas

Por Luís Gustavo Fonseca

Confesso que não sei por onde começou, mas a técnica de animações em stop motion sempre foi algo que me agradou. Talvez por ser distinguir do da computação gráfica convencional, ou pela dificuldade e pelo desafio de se elaborar uma obra nesse estilo (se você ainda não viu, veja alguns making offs desses filmes), o modelo é, certamente, uma alternativa interessante para quem procura algo diferente. Continuar lendo “Kubo e as Cordas Mágicas”

A Piada Mortal

Por Luís Gustavo Fonseca

A Piada Mortal é um dos maiores clássicos do quadrinhos, contendo, em menos de 100 páginas, uma das mais célebres histórias do Morcego de Gotham contra o Palhaço do Caos. Com roteiro do consagrado Alan Moore e arte de Brian Bolland, a graphic novel apresenta o Coringa com um novo objetivo: provar que as pessoas só precisam de um dia ruim para se tornarem tão insanas quanto ele. O objetivo colocará à prova as sanidades de Batman, Jimmy e Bárbara Gordon. Continuar lendo “A Piada Mortal”

Como eu era antes de você

Por Luís Gustavo Fonseca

Um momento pode mudar tudo. No caso do milionário Will Traynor (Sam Claffin), um atropelamento de motocicleta em um dia chuvoso alterou toda sua vida, deixando-o tetraplégico e o condenando a uma cadeira de rodas. Apesar do apoio dos pais e das sessões de fisioterapia, o novo estado tornava Will cada vez mais infeliz. Vida que passa por uma transformação quando Louisa Clark (Emilia Clarke), uma tagarela e desesperada moça em busca de emprego, passa a ser cuidadora dele. Continuar lendo “Como eu era antes de você”

Kung Fu Panda 3

“Diversão é garantida em novo episódio do panda mestre do kung fu”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

Kung Fu Panda é mais um dos exemplos de uma das melhores características da Dream Works: estabelecer franquias. Ao lado de outras animações, como Shrek, Madagascar e Como treinar o seu Dragão, esse aspecto se destaca pela capacidade de retornar ao universo de personagens já estabelecidos, explorando novos caminhos e possibilidades daquele mundo. Continuar lendo “Kung Fu Panda 3”

Brooklyn

“Beleza técnica marca um dos concorrentes a Melhor Filme do Oscar deste ano.”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Algo que eu acho bacana no Oscar é que quando sai a lista de indicados, sempre surge uma ou duas obras que você pensa “Mas que filme é esse? De onde ele saiu?” Mesmo que você tenha outras preferências, não deixa de ser uma chance de você conhecer outras produções que, se não fosse isso, passariam totalmente despercebidas. Continuar lendo “Brooklyn”

Spotlight: Segredos Revelados

“Spotlight se mostra digno de ser um novo clássico sobre filmes de jornalismo”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Como estudante de Jornalismo, era até meio óbvio que um filme como Spotlight: Segredos Revelados atrairia minha atenção e, eventualmente, acabaria escrevendo sobre ele aqui. Mas, de certa forma, ainda é uma sensação estranha, curiosa, ver na tela a retratação do trabalho de colegas de profissão. Inevitavelmente, me pergunto: “mas será que eu vou conseguir, um dia, fazer algo semelhante? ”. Continuar lendo “Spotlight: Segredos Revelados”

Macbeth: Ambição e Guerra

“Visual é a grande aposta da releitura de clássico shakespeariano”.

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Até pensei em pegar emprestado o Confissões de um Pires Cultural para falar da nova de Macbeth, já que nunca li nenhuma das peças e livros de William Shakespere (mesmo conhecendo vários de nome, como Romeu & Julieta, Hamlet, Otelo e Rei Lear). E esse sentimento de estranhamento foi reforçado quando percebi que o protagonista é, na verdade, o vilão da obra! Continuar lendo “Macbeth: Ambição e Guerra”