Shazam

Em um filme sobre família, Zachary Levi rouba a cena como um dos heróis mais divertidos da DC

Por Luís Gustavo Fonseca

Billy Batson (Asher Angel) é um garoto de 14 anos que se perdeu da mãe quando criança, passando a morar em casas de acolhimento – das quais ele sempre arruma uma forma de fugir. Enquanto ainda procura incessantemente por sua mãe biológica, Billy é adotado por um novo lar de acolhimento, e deve se ajustar a uma nova família, com irmãos de personalidades distintas. O período de adaptação não é algo que ele enfrenta com facilidade, mas sua vida é transformada quando um dia, ele é encontrado por um misterioso e velho mago (Djimon Hounsou), que procura alguém de coração puro para transferir antigos poderes para ele. Poderes que o transformam em um adulto lhe confere a capacidade de voar, ter superforça e supervelocidade, e que são ativados com o dizer de apenas uma palavra: “Shazam!”. Com essas novas habilidades, Billy terá que compreender o que significa ser um herói – e o que significa ser um herói quando ainda se é uma criança. Continuar lendo “Shazam”

Anúncios

Aquaman

Apesar de tons distintos, filme do rei dos mares acerta na ação e caracterização do personagem, e coloca a DC de vez no caminho certo”

Por Luís Gustavo Fonseca

Entre os heróis mais populares da DC Comics, talvez poucos tenham uma trajetória na cultura pop tão curiosa e de altos e baixos quanto o Aquaman. Um dos fundadores da Liga da Justiça nos quadrinhos, o personagem ganhou muita popularidade durante os anos 70, quando foi uma das estrelas do desenho “Superamigos”, produzido pela Hanna-Barbera. Entretanto, o estrelato veio com uma fama cômica, uma vez que o herói, capaz de falar com os peixes, era constantemente alvo de piadas, algo que acabou ficando associado a sua imagem. Continuar lendo “Aquaman”

Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas

Longa apresenta as qualidades da série animada do Cartoon Network, mas também demonstra problemas não aparentes nos episódios semanais da animação.”

Por Luís Gustavo Fonseca

Hoje, o cinema blockbuster dentro da indústria de Hollywood é praticamente um sinônimo de filmes de super-heróis. O gênero se expandiu e conquistou públicos desde o começo da última década, sendo que nos últimos anos, cada vez mais produções do tipo chegam às telonas. Somente este ano, já houve cinco grandes produções sobre heróis e heroínas mascarados, com mais dois filmes estreando até dezembro. Para os fãs de quadrinhos e do gênero em geral, é uma era de ouro que permite que cada vez mais personagens tenham sua chance nas telonas. Continuar lendo “Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas”

Liga da Justiça

“Mais consistente e otimista, longa que reúne heróis da DC evita os erros do passado e confirma nova fase para o universo da editora nos cinemas.”

Por Luís Gustavo Fonseca

Após os acontecimentos de Batman vs Superman, o mundo se vê diante de uma nova ameaça. Com a ausência do Superman (Henry Cavill) no papel de guardião do planeta, o conquistador Lobo da Estepe (Ciarán Hinds) vê a oportunidade de invadir a Terra novamente e, desta vez, subjugar o planeta à sua vontade. Para isso, ele terá que reunir as Caixas Maternas, fontes de inesgotável poder de criação e destruição, e que são guardadas pelos atlantes, pelas amazonas e pelos humanos. Diante desta ameaça, Bruce Wayne (Ben Affleck) e Diana Prince (Gal Gadot) resolvem montar uma equipe que seja capaz de defender o planeta da invasão comandada pelo Lobo e seu exército de parademônios. Continuar lendo “Liga da Justiça”

Mulher-Maravilha

“Com história inspiradora e bem executada, super heroína salva o universo DC dos cinemas até o momento”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Ao longo dos últimos 17 anos, desde que o primeiro X-men se tornou um sucesso de bilheteria, o gênero de super-heróis foi ganhando cada vez mais espaço e consolidou-se como um dos principais dentro de Hollywood, principalmente pelo enorme retorno financeiro que esses filmes proporcionam. Tivemos adaptações de heróis icônicos como Batman, Homem-Aranha e Superman até personagens mais desconhecidos, como Guardiões da Galáxia e Homem-Formiga. Foram tantas obras ao longo desse período – e a tendência é que haja cada vez mais nos anos seguintes -, que já se especula a existência de uma fadiga, por parte do público, com esse tipo de produção. Continuar lendo “Mulher-Maravilha”

LEGO Batman: O Filme

“Longa em LEGO do Homem Morcego diverte e explora o personagem por ângulo diferente. E dá uma lição aos live actions da DC”.

Por Luís Gustavo Fonseca

Em 2014, “Uma Aventura LEGO foi uma das melhores e mais gratas surpresas do ano. A animação, que trouxe à vida o clássico brinquedo, recebeu o reconhecimento da crítica e o amor do público, que rendeu uma bilheteria de US$ 470 milhões de dólares no mundo todo. O sucesso foi o suficiente para que a Warner Bros. não só preparasse uma continuação, mas expandisse as produções envolvendo os bonequinhos amarelos. Uma dessas derivações é justamente com foco em um dos personagens mais conhecidos de todos os tempos, e que já tinha tido um papel importante em Aventura LEGO. Continuar lendo “LEGO Batman: O Filme”

Trailer >>> Filme

Por Matheus Araujo

Aquela que seria a esperança de redenção da DC, Esquadrão Suicida, é uma bosta. Não bastasse a expectativa envolvendo todo o contexto DC, fomos amaldiçoados por trailers espetaculares. O abismo entre a expectativa da publicidade e a experiência no cinema é tamanho que um texto que há muito gostaria de fazer está sendo agora lido por você.

Continuar lendo “Trailer >>> Filme”

Esquadrão Suicida

“Edição e roteiro ainda são os maiores vilões da DC no cinema”

Por Luís Gustavo Fonseca

O ano de 2016 não tem sido fácil para os fãs da Detective Comics (DC). Nos quadrinhos, a editora finalizou a iniciativa dos Novos 52, promovendo o Rebirth dentro da editora. Dentre as atitudes tomadas, os personagens de Watchmen foram integrados ao universo principal dos heróis (decisão que, a princípio e sem saber como serão os desdobramentos, acho estranha e desnecessária). Continuar lendo “Esquadrão Suicida”

A Piada Mortal

Por Luís Gustavo Fonseca

A Piada Mortal é um dos maiores clássicos do quadrinhos, contendo, em menos de 100 páginas, uma das mais célebres histórias do Morcego de Gotham contra o Palhaço do Caos. Com roteiro do consagrado Alan Moore e arte de Brian Bolland, a graphic novel apresenta o Coringa com um novo objetivo: provar que as pessoas só precisam de um dia ruim para se tornarem tão insanas quanto ele. O objetivo colocará à prova as sanidades de Batman, Jimmy e Bárbara Gordon. Continuar lendo “A Piada Mortal”

Batman v Superman: sucesso ou fracasso?

Por Luís Gustavo Fonseca

Doze dias após o seu lançamento mundial, que englobou a maioria dos principais mercados do mundo, Batman v Superman continua sendo o tópico do momento, dividindo opiniões. Os fãs da DC piraram; a crítica, no geral, não gostou; muitos outros curtiram o resultado, mas esperavam mais; há ainda aqueles que falam “leio HQs a X anos e adorei por isso e aquilo” e também o “leio HQs a X anos e detestei por isso e aquilo”. Seja pelo bem ou pelo mal, a produção está gerando bastante discussão. Continuar lendo “Batman v Superman: sucesso ou fracasso?”