Um Lugar Silencioso

“Agoniante e imersivo, suspense de John Krasinski é um filme que exige e merece ser visto no cinema.”

Por Luís Gustavo Fonseca

Imagine viver sem ter que fazer nenhum som. Caso contrário, uma criatura cega e selvagem viria em seu rastro e te mataria. Atos banais, como correr, preparar um alimento ou dirigir algum veículo poderiam significar a morte, sendo que, aparentemente, não há defesas contra o monstro. Dessa premissa, que poderia facilmente ser um longa da franquia “Cloverfield” ou um novo filme do diretor M. Night Shyamalan (“Fragmentado”), surge um dos suspenses mais emblemáticos e bem realizados desta década. Continuar lendo “Um Lugar Silencioso”

A Garota no Trem

“Emily Blunt é o grande trunfo em suspense cativante e bem feito.”

Por Luís Gustavo Fonseca

Rachel Watson (Emily Blunt) é uma mulher que passa por um momento delicado em sua vida. Desde o divórcio com o seu ex-marido, Tom (Justin Theroux), ela se afogou no alcoolismo e na rotina de, todos os dias, pegar um trem para Manhattan, sem um propósito definido. A dificuldade em seguir adiante com sua vida é reforçada pelo fato de o trem passar ao lado da casa onde morava com Tom, onde ele agora vive casado com Anna (Rebecca Fergunson), cuidando da pequena Eevie. Em suas viagens de trem, Rachel vê no casal vizinho, formado por Megan (Haley Bennet) e Scott (Luke Evans), a idealização de um relacionamento perfeito, no qual ela não mais faz parte – se é que algum dia fez. O desaparecimento de Megan, contudo, acaba por unir ainda mais a vida dessas três mulheres, em uma trama que nada é o que parece. Continuar lendo “A Garota no Trem”

Sicario: Terra de Ninguém

“Em novo filme, Denis Villeneuve reafirma sua competência e qualidade.”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Denis Villeneuve é um dos ‘novos’ cineastas que, talvez, fuja um pouco da regra imposta pelo mercado. Nos últimos anos, diretores de filmografia curta foram alavancados imediatamente para comandarem grandes blockbusters. É o caso de Josh Trank com o novo Quarteto Fantástico; Colin Trevorrow com Jurassic World e, agora, Star Wars Episódio IX; Gareth Edwards com Godzilla e Star Wars: Rogue One; do próprio Neil Blomkamp, que após ter sido indicado a Melhor Filme do Oscar por Distrito 9, lidou com um grande orçamento em Elysium e voltará aos holofotes com Alien. Vileneuve também está nesse bolo, já que terá a difícil missão de dirigir a sequência de Blade Runner, um dos maiores clássicos da ficção científica. Continuar lendo “Sicario: Terra de Ninguém”

Caminhos da Floresta

“Musical da Disney encanta, mas com dificuldades.”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Antes de ver um musical, jamais achei que iria gostar. Além de uma relação não muito forte com a música, tinha dificuldades em imaginar como uma trama poderia se desenvolver e parecer crível enquanto os personagens estivessem cantando. Tudo bem, desde criança eu via os filmes da Disney, que possuem músicas e mais músicas (tantas, inesquecíveis) e jamais reclamei, mas na minha cabeça, animação era animação, live action era live action. Continuar lendo “Caminhos da Floresta”