2016: o ano difícil para as continuações

Por Luís Gustavo Fonseca

O ano de 2016 tem se mostrado difícil para os executivos de Hollywood… Ao menos, para aqueles que apostaram no sucesso de continuações das franquias já estabelecidas. Saturação de gêneros, como os de super herói e de adaptações de livros infanto juvenil? Cansaço do público em relação ao que já vimos? Desejo por histórias originais? Muitos são os fatores que podem ter levado a este quadro. Continuar lendo “2016: o ano difícil para as continuações”

Capitão América: Guerra Civil

“Equilíbrio, maturidade e ação grandiosa. Os ingredientes que tornam a nova produção da Marvel em um épico dos super-heróis.”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Entre 2006/07, o universo Marvel das HQs foi chacoalhado pelo lançamento do mega crossover Guerra Civil, história escrita por Mark Millar e com desenhos de Steven McNiven. A saga, dividida em sete edições, foi responsável por dividir boa parte dos heróis da editora, assim como os fãs. De um lado, estava o Homem de Ferro e aqueles que eram a favor do registro dos heróis junto as autoridades, abrindo mão de suas identidades secretas. Do outro, o Capitão América liderava os que acreditavam em suas liberdades individuais, e que o trabalho dos heróis não poderia estar a mercê de possíveis interesses suspeitos daqueles que governam. Continuar lendo “Capitão América: Guerra Civil”

#TeamCap, #TeamIronMan e o poder da discussão

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Capitão América: Guerra Civil chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (28) rodeado de expectativa, prometendo se tornar mais um sucesso da (até então) vencedora caminhada da Marvel Studios. O longa é aguardado pelo público não apenas por ser mais um filme do estúdio, mas pelo seu caráter de conflito entre dois dos personagens chaves do Universo Marvel do Cinema (MCU), contando com a presença da maioria dos heróis deste universo e ganhando contornos de um filme dos Vingadores. Além disso, a introdução de novos heróis como Pantera Negra e do fucking Homem-Aranha servem como um chamariz extra na hora de captar a atenção do telespectador, aumentando ainda mais as possibilidades que a equipe de marketing tem na hora de vender o filme. Continuar lendo “#TeamCap, #TeamIronMan e o poder da discussão”