Homem-Aranha: De Volta ao Lar

“Em seu primeiro longa solo no Universo Marvel, Amigão da Vizinhança se destaca por pegada divertida, aventuresca e inocente”

Por Luís Gustavo Fonseca

Após os acontecimentos de Capitão América: Guerra Civil, Peter Parker (Tom Holland) retorna a Nova York e vive a expectativa de, novamente, ser convocado por Tony Stark (Robert Downey Jr.) para uma nova “missão”. Enquanto tenta provar seu valor para o Homem de Ferro, ele deve lidar com problemas mais comuns, como ir bem na escola, preparar-se para uma competição de perguntas e respostas ao lado de seus amigos, ou criar coragem para chamar a garota que gosta para o baile da escola. Até mesmo quando ele atua como o Homem-Aranha, suas ações são mais corriqueiras, como impedir um roubo de bicicleta ou ajudar uma senhora a chegar em algum lugar, mas nada grandioso, algo que permita Peter provar o seu valor. Quando seu caminho cruza com os capangas de Adrian Toomes (Michel Keaton), um traficante de armas que vende armamento alterado com tecnologia alienígena, Peter vê a chance de provar o seu valor, querendo derrotar um criminoso de maior importância. Continuar lendo “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”

Capitão América: Guerra Civil

“Equilíbrio, maturidade e ação grandiosa. Os ingredientes que tornam a nova produção da Marvel em um épico dos super-heróis.”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Entre 2006/07, o universo Marvel das HQs foi chacoalhado pelo lançamento do mega crossover Guerra Civil, história escrita por Mark Millar e com desenhos de Steven McNiven. A saga, dividida em sete edições, foi responsável por dividir boa parte dos heróis da editora, assim como os fãs. De um lado, estava o Homem de Ferro e aqueles que eram a favor do registro dos heróis junto as autoridades, abrindo mão de suas identidades secretas. Do outro, o Capitão América liderava os que acreditavam em suas liberdades individuais, e que o trabalho dos heróis não poderia estar a mercê de possíveis interesses suspeitos daqueles que governam. Continuar lendo “Capitão América: Guerra Civil”

#TeamCap, #TeamIronMan e o poder da discussão

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Capitão América: Guerra Civil chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (28) rodeado de expectativa, prometendo se tornar mais um sucesso da (até então) vencedora caminhada da Marvel Studios. O longa é aguardado pelo público não apenas por ser mais um filme do estúdio, mas pelo seu caráter de conflito entre dois dos personagens chaves do Universo Marvel do Cinema (MCU), contando com a presença da maioria dos heróis deste universo e ganhando contornos de um filme dos Vingadores. Além disso, a introdução de novos heróis como Pantera Negra e do fucking Homem-Aranha servem como um chamariz extra na hora de captar a atenção do telespectador, aumentando ainda mais as possibilidades que a equipe de marketing tem na hora de vender o filme. Continuar lendo “#TeamCap, #TeamIronMan e o poder da discussão”

Nova York: antes e depois

Por Matheus Araujo

A Marvel, enquanto produtora independente, já surgiu estúdio grande. Ainda assim, é possível delinear dois momentos bem claros quanto a sua dimensão: antes e depois de sua consolidação com o estrondo d’ Os Vingadores. Além da própria linha do tempo, o orçamento e a bilheteria, o respaldo da indústria, a expansão de mídias e do escopo das produções e, subjetivamente, a alçada na qualidade dos filmes, reforçam a ideologia das duas fases estabelecida pela organização.

Continuar lendo “Nova York: antes e depois”