Thor: Ragnarok

Na melhor produção estrelada pelo Deus Trovão, diretor Taika Watiti acerta na diversão, mas peca em história superficial

Por Luís Gustavo Fonseca

Apesar de ter ganhado um salto de popularidade desde o lançamento de seu primeiro filme, em 2011, o Thor nunca foi um dos grandes queridinhos do público. Ao menos, não nos longas estrelados por ele. Depois de duas produções medianas/boas (eu gosto do segundo filme, mas como muitos outros, é mais por causa do Loki do que pelo herói em si), o Deus Trovão chega ao seu terceiro longa com uma proposta diferente, uma pegada mais divertida e a ajuda sempre bem-vinda do Hulk, o Gigante Esmeralda.

Continuar lendo “Thor: Ragnarok”

Star Trek: Sem Fronteiras

“Terceiro longa do remake de clássico do sci-fi mantém o bom ritmo nos 50 anos da franquia.”

Por Luís Gustavo Fonseca

Neste mês de setembro, Star Trek completa cinco décadas de existência. Ao longo dessa extensa trajetória, a série cultivou inúmeros admiradores no mundo todo, teve diversos filmes e produções para a TV e consolidou-se como um dos maiores expoentes do gênero sci-fi e da cultura nerd de todos os tempos. Continuar lendo “Star Trek: Sem Fronteiras”

Mogli – O Menino Lobo

“Com excelente visual, história do Menino Lobo tem adaptação à altura”.

Por Luís Gustavo Fonseca

Nos últimos anos, a Disney vem apostando sem medo nas adaptações live actions de seus clássicos animados. Empreitada que, por um lado, rendeu bons filmes como Cinderella e Alice no País das Maravilhas. Malévola, por outro lado, deixou a desejar, apesar do extremo sucesso comercial. E no horizonte, mais estão a caminho: A Bela e a Fera (com Emma Watson), Mulan, Ursinho Pooh (!!!) e Dumbo. Neste ano, chega aos cinemas a adaptação de uma das minhas animações preferidas da infância: Mogli – O Menino Lobo.
Continuar lendo “Mogli – O Menino Lobo”

Oscar 2016: O Regresso de Mad Max, do Brasil, #OscarWhite…

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Os indicados ao Oscar de 2016 foram revelados na manhã desta quinta (você pode conferir a lista completa aqui) e, obviamente, como em toda divulgação de lista, há surpresas, ausências, alguns favoritos e já se inicia toda aquela torcida pelo seu filme favorito. Aproveitando o hype sobre o filme com mais indicações desta edição, algumas observações que podem ser feitas sobre os concorrentes: Continuar lendo “Oscar 2016: O Regresso de Mad Max, do Brasil, #OscarWhite…”

[FORA DE SÉRIE] 007 nomes que queremos ver como próximo 007

Por Luís Gustavo Fonseca e Matheus Araujo

A estreia de 007 Contra Spectre em boa parte do mundo na última semana pode ter marcado a última vez que vimos Daniel Craig na pele do agente inglês. No posto do personagem desde 2006, quando Cassino Royale chegou aos cinemas, o futuro do ator na franquia permanece indefinido. Se há algumas semanas ele comentou que “preferia cortar os pulsos” a fazer outro filme, em uma entrevista mais recente Craig voltou atrás e disse que “talvez faça mais um, não sei”. Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] 007 nomes que queremos ver como próximo 007”

[REVIEW] Beasts of No Nation

“Debute da Netflix problematiza lastimável realidade de povos africanos.”

Por Matheus Araujo

 

A Netflix é um marco na história do audiovisual. Com sua própria produção de séries (até seu surgimento) de televisão, a gigante acrescentou a nossa vida uma alternativa às mídias convencionais e ao seu modo de produção condicionado a padrões. Sem se moldar ao gosto do grande público, é seguro afirmar que, em suas obras, a Netflix possui um quê mais autoral e independente de criação. Uma produção original. Assim, não eram diminutas as expectativas quanto a sua incursão nos longas-metragens.

Continuar lendo “[REVIEW] Beasts of No Nation”