Thor: Ragnarok

Na melhor produção estrelada pelo Deus Trovão, diretor Taika Watiti acerta na diversão, mas peca em história superficial

Por Luís Gustavo Fonseca

Apesar de ter ganhado um salto de popularidade desde o lançamento de seu primeiro filme, em 2011, o Thor nunca foi um dos grandes queridinhos do público. Ao menos, não nos longas estrelados por ele. Depois de duas produções medianas/boas (eu gosto do segundo filme, mas como muitos outros, é mais por causa do Loki do que pelo herói em si), o Deus Trovão chega ao seu terceiro longa com uma proposta diferente, uma pegada mais divertida e a ajuda sempre bem-vinda do Hulk, o Gigante Esmeralda.

Continuar lendo “Thor: Ragnarok”

Truque de Mestre: O 2º Ato

“Com falta de truques e ritmo cadenciado, continuação não consegue igualar nível de seu antecessor”

Por Luís Gustavo Fonseca

Eu sempre fui fascinado por mágica (não à toa, fui um dos milhões que teve a vida alterada por Harry Potter) e pelas apresentações que os mágicos exibiam na televisão (Mister M é um clássico!). No cinema, não foi diferente: obras como O Ilusionista e O Grande Truque saltam aos olhos, permitindo que você se encante não apenas com o modo com que a mágica te ilude e engana, mas como o roteiro procura explicá-las. Continuar lendo “Truque de Mestre: O 2º Ato”

Spotlight: Segredos Revelados

“Spotlight se mostra digno de ser um novo clássico sobre filmes de jornalismo.”

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Como estudante de Jornalismo, era até meio óbvio que um filme como Spotlight: Segredos Revelados atrairia minha atenção e, eventualmente, acabaria escrevendo sobre ele aqui. Mas, de certa forma, ainda é uma sensação estranha, curiosa, ver na tela a retratação do trabalho de colegas de profissão. Inevitavelmente, me pergunto: “mas será que eu vou conseguir, um dia, fazer algo semelhante? ”. Continuar lendo “Spotlight: Segredos Revelados”

Vingadores: Era de Ultron

“Mais maduros, mais humanos, mesmo heroísmo. Marvel e Joss Whedon conseguem novamente”


Por Luís Gustavo Fonseca

Muitas coisas passaram na minha cabeça em 27 de Abril de 2012, após a minha sessão de Os Vingadores. De “Putz, mas como esse filme é bom!” até “Mas quem diabos é o cara da cena pós créditos?”. Havia muito para assimilar, para ser discutido com os amigos. Mas havia uma certeza: eu mal poderia esperar para ver a continuação da saga da equipe. Quatro filmes e três séries de TV depois, é chegada a hora do grande reencontro. Continuar lendo “Vingadores: Era de Ultron”

[REVIEW] Foxcatcher

História real é contada com competência, mas falta certo brilho”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Foxcatcher é o típico filme que chama a atenção da Academia: é baseado numa história real; possui atores atuando fora de sua ‘zona de conforto’ (não é todo dia que Steve Carell e Channing Tatum estrelam um drama); um diretor anteriormente já indicado à Estatueta… Ingredientes que, combinados, resultaram nas 5 indicações do novo longa ao prêmio deste ano. Continuar lendo “[REVIEW] Foxcatcher”