Até o Último Homem

“Andrew Garfield tem atuação de peso em história edificante baseada em fatos reais.”

Por Luís Gustavo Fonseca

“Tempos de paz são quando os filhos enterram os pais. Tempos de guerra são quando os pais enterram os filhos.” A Segunda Guerra Mundial foi um dos momentos mais tristes da história humana, onde o pior que há no ser humano foi posto em evidência. Mas, em um contexto tão horrendo, o período também foi capaz de proporcionar histórias esperançosas, que mostram o quanto podemos aprender com os exemplos praticados por outros. Continuar lendo “Até o Último Homem”

Oscar 2017: Para além de La La Land

Por Luís Gustavo Fonseca

A manhã da última terça (24) serviu para confirmar que, de fato, La La Land é o filme a ser batido do Oscar este ano. Dirigido por Damien Chazelle, ele igualou o recorde de Titanic e A Malvada, ao conquistar 14 indicações, e deve sair da premiação com ao menos uma mão cheia de estatuetas. Os indicados revelados, contudo, mostram que a 89ª edição do prêmio mais importante de Hollywood não se resume ao sucesso do franco favorito. Abaixo, alguns outros aspectos que merecem destaque – que vão além da 20ª indicação de Maryl Streep e da esperada (mas não menos doída) não indicação de Deadpool a Melhor Filme. Continuar lendo “Oscar 2017: Para além de La La Land”

O legado de Mad Max

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Até o início deste ano, sabia praticamente nada sobre Mad Max. Bem, sabia que teríamos um novo filme, que estreia no Brasil na próxima quinta, dia 14. E também sabia que era um dos pontos altos da carreira de Mel Gibson. Mas após ver um dos trailers do novo filme no cinema (ainda não viu? Pode assistir aqui), percebi a necessidade de conhecer sobre este mundo. Continuar lendo “O legado de Mad Max”