Pantera Negra

“Com roteiro com discurso afiado e com uma identidade própria que valoriza a cultura negra, Marvel cria produção que pode ser um divisor de águas para o gênero.”

Por Luís Gustavo Fonseca

O Pantera Negra foi o primeiro herói negro criado para o meio mainstream dos quadrinhos, em 1966, pelas mãos de Stan Lee e Jack Kirby na edição 52 da revista do “Quarteto Fantástico”. Desde então, o herói ganhou um título solo na Marvel, e com o passar das décadas, tornou-se cada vez mais popular, sendo o primeiro passo para que novos heróis negros, como o Falcão, Tempestade, John Stewart, Blade, Máquina de Combate e Ciborgue, fossem criados nos anos seguintes. Continuar lendo “Pantera Negra”

Oscar 2016: O Regresso de Mad Max, do Brasil, #OscarWhite…

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Os indicados ao Oscar de 2016 foram revelados na manhã desta quinta (você pode conferir a lista completa aqui) e, obviamente, como em toda divulgação de lista, há surpresas, ausências, alguns favoritos e já se inicia toda aquela torcida pelo seu filme favorito. Aproveitando o hype sobre o filme com mais indicações desta edição, algumas observações que podem ser feitas sobre os concorrentes: Continuar lendo “Oscar 2016: O Regresso de Mad Max, do Brasil, #OscarWhite…”

Quarteto Fantástico

“Nova empreitada do grupo mais antigo da Marvel não consegue tirar o nome da equipe da lama”

Por Luís Gustavo Fonseca

Eu acreditava no novo Quarteto Fantástico. Aquele primeiro trailer, com uma pegada que lembrava, vejam só, o Interstellar (!), mostrava que o filme poderia apontar para uma adaptação decente da equipe, destruída pelos dois desastrosos filmes da década passada. Tanto que a comparação é digna de um 7×1… Apesar dos problemas ocorridos durante a produção do longa, como refilmagens em cima da hora e o cancelamento do 3D, o tal trailer me animava. O elenco já havia mostrado que possuía talento. O diretor era Josh Trank, o mesmo do bom Poder Sem Limites, que eu abordei, mais detalhadamente, aqui. Apesar de tudo, eu tinha fé. Continuar lendo “Quarteto Fantástico”

[REVIEW] Poder Sem Limites

“A prova de que grandes poderes requerem grandes responsabilidades.”

Por Luís Gustavo Fonseca

O novo Quarteto Fantástico estreia esta semana, rodeado de expectativa. Não a melhor das expectativas, e também nem a das mais animadoras. A trajetória do filme foi marcada por refilmagens, descrença, o peso de ter dois filmes ruins na última década, e mesmo pelo fato da família mais tradicional da Marvel (e aqui, não no sentido pejorativo que usamos nas conversas de hoje!) não exercer, atualmente, a importância que tinha no início da trajetória da Casa das Ideias. Eu, assim como a grande maioria do público, espero que o novo Quarteto seja capaz de se provar. Mas no meio deste projeto todo, há um sopro de esperança: Josh Trank. Continuar lendo “[REVIEW] Poder Sem Limites”