Alita: Anjo de Combate

Roteiro perde a chance de aprofundar personagens e universo, em obra visualmente chamativa”

Por Luís Gustavo Fonseca

Assim como a adaptação dos jogos de videogame, que até hoje encontram dificuldade em emplacar, nas telonas, o mesmo sucesso conquistado nos consoles, as adaptações de mangás e animes produzidas por Hollywood também não conseguem ter sucesso de público e crítica. Exemplos recentes incluem “Death Note” e “Ghost in the Shell”. Mas parece que a recepção ainda ainda não desiludiu Hollywood de continuar tentando, já que projetos futuros incluem uma série de “Cowboy Bebop” para a Netflix, um filme de “Kimi no na wa” e uma eterna especulação sobre um longa de “Akira”. Dessa vez, quem tenta a sorte no meio é “Alita: Anjo de Combate”, baseado no mangá de Yukito Kishiro. Continuar lendo “Alita: Anjo de Combate”

Anúncios

[REVIEW] Sin City: A Dama Fatal

Por Matheus Araujo

Os fãs de quadrinhos devem ser proibidos de serem felizes. Num ano que ia tão bem! Sério. Há quanto tempo os erros são tão poucos como nesse último? Um ótimo filme do CAPITÃO AMÉRICA(!); o mais aguardado e não decepcionante dos X-Men; até um bacana Homem-Aranha; além do coroado Guardiões da Galáxia (que jamais deixará nossos cabeçalhos!). Por que compensar essa balança, “Sin City 2”? Por quê?

Continuar lendo “[REVIEW] Sin City: A Dama Fatal”

[REVIEW] Sin City

Por Matheus Araujo

A estética sempre fora o mais atraente de Sin City, o que indubitavelmente é mais mérito de Frank Miller, autor e ilustrador do material original. Sin City é, caso não saiba, original da arte sequencial – das histórias em quadrinhos. As quais, até o presente momento, jamais me passaram pelas mãos, o que imediatamente lhe faz concluir, nobre leitor, que em momento algum discutirei o filme como adaptação nas próximas e poucas palavras. Ou não.

Continuar lendo “[REVIEW] Sin City”