Você é nerd?

Por Matheus Araujo

Desde que superado o significado depreciativo há alguns anos, o nerd é tipicamente identificado por gostos específicos. Até concordo que a Cultura Nerd é o grande expoente desse ser, mas teimo que não o limite. Em suma, atribuir nerd a qualquer um que possua O Senhor dos Anéis entre seus filmes favoritos – apenas pessoas de bom senso – é um tanto simplista.

Continuar lendo “Você é nerd?”

[NEWS] Aos 93 anos, morre Christopher Lee

O tablóide britânico The Telegraph anunciou, na manhã desta quinta, o falecimento do lendário ator Christopher Lee, conhecido por trabalhar em franquias como O Senhor dos Anéis, 007 e Star Wars.

Continuar lendo “[NEWS] Aos 93 anos, morre Christopher Lee”

[FORA DE SÉRIE] Consertando O Hobbit

Por Matheus Araujo

IMPORTANTE: Este é um texto vindo diretamente do alto da minha descomedida petulância.

Não sou um grande fã do trabalho de Peter Jackson em sua trilogia O Hobbit, como alguns já tiveram o prazer (?) de descobrir através desta sucinta análise comparativa entre suas obras. Todavia, sou apaixonado por sua primeira retratação da Terra Média e me deleito refletindo nuances da criação original de Tolkien. Em decorrência de tudo isso, por muito me incomodarem esse novos filmes, aí vão três principais correções para os novos filmes:

Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] Consertando O Hobbit”

[FORA DE SÉRIE] Análise: Músicas da Terra Média cinematográfica

Por Matheus Araujo 

Este post é apenas um comentário transformado em textículo pela facilidade da exposição e comparação no formato blog. Dito isso, a premissa da análise: Penso que as, de certa forma, músicas mais “importantes” de cada trilogia da Terra Média (ou ao menos as músicas a cerca das jornadas de cada trilogia) captam o sentimento e representam todo o conjunto que compõem.

Continuar lendo “[FORA DE SÉRIE] Análise: Músicas da Terra Média cinematográfica”

[REVIEW] Hobbit: A Desolação de Smaug

“Barris, cenários, aranhas, mudanças na história, amor improvável, dragão e 48 FPS. Os fatores que levam a uma conclusão quase definitiva: Hobbit NÃO DEVERIA SER UMA TRILOGIA!”

 

Por Luís Gustavo Fonseca

Para me ajudar, vou pedir a opinião do Luís sobre o primeiro filme:

“Confesso: se eu achava que estava preparado para O Hobbit, me enganei. O filme é MUUUUUUUUITO melhor de que eu esperava. Parabéns Peter Jackson, pelo trabalho praticamente impecável; Parabéns pelo uso PERFEITO do 48fps, que ao contrário do que os críticos falam, está espetacular (melhor 3D que já vi)!; Parabéns pela equipe de atores, pelo roteiro excelentemente adaptado (nem parece que foram adaptados somente 120 páginas, e o filme esta longe de ser cansativo); Mas acima de tudo, um MUITO OBRIGADO por me levar a Terra Média no cinema. Uma experiência única e inesquecível.
Por isso (e por muitas outras coisas que nem absorvi ainda xD), O Hobbit é o melhor filme que vi em 2012.” (14/12/2012)

(Gostaria de pedir desculpas a qualquer filme que tenha sido melhor em 2012. Era, e continuo sendo, um jovem tolo). Continuar lendo “[REVIEW] Hobbit: A Desolação de Smaug”