Adaptações

Por Matheus Araujo

As minhas discussões sobre adaptações começaram nos idos de 2005, quando assisti a Harry Potter e o Cálice de Fogo. Sai daquela sessão desolado, decretando-o como o pior da franquia. Aos dez anos, não conseguia conceber qualquer porquê capaz de justificar a mutilação do livro do qual resultara aquilo denominado roteiro adaptado. Creio que leitores tão apaixonados quanto eu fora, provavelmente, identificam-se com o sentimento. Felizmente, eu mudei.

Continuar lendo “Adaptações”

[POCKET-VIEW] Quero Ser John Malkovich

Por Matheus Araujo

O fim do século XX foi esplêndido para o cinema. Em seu penúltimo ano, o roteiro que se tornou lenda por circular tempos e tempos pelas mãos de diversos cineastas etiquetado como [infilmável], finalmente foi posto a prova. O roteiro, claro, é assassinado por Charlie Kaufman, e a desbravadora e estretante direção é de Spike Jonze. Continuar lendo “[POCKET-VIEW] Quero Ser John Malkovich”

Ela

“Ao final de 2 horas, 3 certezas: 1- Spike Jonze tem ideias muito loucas; 2-Amar um computador é possível; 3-Scarlett Johansson está muito além de um corpo bonito”

Por Luís Gustavo Fonseca

Assim como em 12 Anos de Escravidão, Ela foi aquele filme que eu quis ver sem saber praticamente nada. Sério, a ÚNICA coisa que eu sabia do filme é que o Joaquin Phoneix (ator que tem a minha admiração) usava um bigode estranho no rosto, e só. Nada sobre a história, nenhum trailer… E esse nome: Ela. Uma palavra tão comum, que achei inovador ser o título do longa. E faz absolutamente todo sentido. Continuar lendo “Ela”

[POCKET-VIEW] Adaptação

Por Luís Gustavo Fonseca

 

A discussão entre livros e suas adaptações é digna de entrar no seleto grupo de discussões que não se discute, ao lado de política, religião e futebol. Se de um lado existe as pessoas que fazem questão de que cada MÍNIMO detalhe seja idêntico ao livro ( o/ ), do outro estão as pessoas que não apenas não se incomodam, mas aprovam as diferenças entre as duas mídias. Continuar lendo “[POCKET-VIEW] Adaptação”