MIB: Homens de Preto – Internacional

“Novo capítulo da franquia tem roteiro pouco inspirado, mas que é compensado pela carisma de Tessa Thompson e Chris Hemsworth”

Por Luís Gustavo Fonseca

Estrelada por Will Smith e Tommy Lee Jones, a franquia “MIB: Homens de Preto” tornou-se um incrível sucesso comercial no final dos anos 90. Acompanhando dois agentes de uma organização de proteger a Terra de ameaças alienígenas, ao mesmo tempo em que ajudava e trabalhava ao lado de alguns desses extraterrestres, as obras caíram no gosto do público, que tinha como base a ótima junção entre fantasia, ficção científica e elementos de comédias policiais, no melhor estilo buddy cops. Nove anos após o lançamento do terceiro filme, “MIB: Homens de Preto – Internacional” chega com a missão de dar continuidade ao legado da série, mas com novos rostos como protagonistas. Continuar lendo “MIB: Homens de Preto – Internacional”

Thor: Ragnarok

Na melhor produção estrelada pelo Deus Trovão, diretor Taika Watiti acerta na diversão, mas peca em história superficial

Por Luís Gustavo Fonseca

Apesar de ter ganhado um salto de popularidade desde o lançamento de seu primeiro filme, em 2011, o Thor nunca foi um dos grandes queridinhos do público. Ao menos, não nos longas estrelados por ele. Depois de duas produções medianas/boas (eu gosto do segundo filme, mas como muitos outros, é mais por causa do Loki do que pelo herói em si), o Deus Trovão chega ao seu terceiro longa com uma proposta diferente, uma pegada mais divertida e a ajuda sempre bem-vinda do Hulk, o Gigante Esmeralda.

Continuar lendo “Thor: Ragnarok”