Análise: Os vencedores e os perdedores do verão Americano

Por Luís Gustavo Fonseca

 

Talvez você não tenha reparado (e eu já conheci gente que nunca reparou), mas o período entre Maio e Agosto corresponde à época do cinema que é recheada com as grandes produções, os orçamentos exorbitantes, muitos efeitos especiais, muitos dos atores mais conhecidos, enfim, dos filmes pipocões, ideais para a família aproveitar no domingo a tarde (se bem que é um programa bem caro). E porque esses meses? Bem, no “jargão” do cinema, chamamos de Verão, por se tratar da época em que as escolas no Hemisfério Norte (onde se concentra boa parte dos mercados consumidores cinematográficos) estão em recesso, e ir ao cinema se torna uma das melhores opções para as crianças e adolescentes durante as férias. Continuar lendo “Análise: Os vencedores e os perdedores do verão Americano”